fbpx

MUBI exibe com exclusividade o curta brasileiro Menarca

Misturando fantasia e mitologia, produção fala de puberdade, liberdade sexual feminina e machismo

Exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes, em 2020, e indicado a diversas premiações em festivais como Montréal, Busan e Toulouse Latin American, o curta brasileiro Menarca chega com exclusividade à MUBI, serviço global de streaming com curadoria, nesta segunda-feira, dia 16.

Dirigido pela cineasta paulistana Lillah Halla (Vargem), o drama traz uma reinterpretação do mito da “vagina dentada”. Um manifesto feminista que equilibra realismo mágico e parábolas sociais.

Em uma vila brasileira infestada de piranhas, as meninas Nanã (Amanda Yamamoto) e Mel (Nathally Fonseca) estão entrando na adolescência e sonhando com formas de se proteger de uma violência aparentemente inevitável. Quando um misterioso corpo aparece preso na rede de um pescador, elas começam a entender o que pode ser sua única proteção.

Menarca é um lançamento MUBI e estará disponível em todo o mundo, com exceção da França e países do Benelux, a partir de 16 de agosto.

Total
2
Share