fbpx

ESC DSCVR | 8 artistas para você conhecer hoje

Chegou aquela hora da semana onde você renova suas playlists com vários artistas novos

Desde o início de 2020 o ESCUTAI faz parte do time de influenciadores na plataforma do Groover. Através de lá recebemos dezenas de tracks do mundo todo, onde podemos diariamente descobrir novos artistas e músicas enviadas pelos próprios. A quantidade de sons legais é tão grande que decidimos publicar mensalmente uma lista com os destaques que descobrimos por lá.

Após nossa curadoria decidimos que estes seriam nossos destaques de julho do Groover, que também figuram nossa playlist ESC DSCVR, atualizada semanalmente, da qual essa coluna leva o nome.

Vem pra listinha:

ESC DSCVR

Além de descobrir novos artistas aqui no ESC toda semana, você pode ouvir estes e muitos outros em nossa playlist atualizada semanalmente:

Spotify, Deezer ou Youtube Music

Capa: Ruby Francis

Sydney Irving, “Seasons Change”

Em 2021, com o retorno de influências do rock na música pop o gênero que mescla os dois parece ser o melhor acerto para qualquer estação. Em ‘Seasons Change‘ temos uma música que parece um flashback e nos coloca nos anos 2000, justamente quando tínhamos um auge deste mesmo estilo. Apostar no simples aqui é o que funciona para Sydney Irving, a música fica na cabeça de forma natural e é daqueles que soam atemporais, independente de quando o som estiver em alta dá para curtir a qualquer momento.

Encontre Sydney Irving no Instagram

João Couto, “Massa do Meio Dia”

Assistir ao vídeo de “Massa do Meio-Dia” é basicamente fazer com que seu dia tenha uma ótima dose de bom humor. As cores e a estética caprichada de João Couto fazem jus a qualidade da música, que soa como aquelas que fixam tão forte na cabeça que é impossível não lembrar do seu refrão contagiante a cada hora que passa. O carisma do cantor no clipe aumenta mais ainda a magia da música, que já era mágica de forma única.

Encontre João Couto no Instagram

Chroma Skies, “All Out”

Apesar de tudo, “all out” é nada mais do que uma música romântica, e se fecharmos os olhos é possível achar que é algum hit perdido de dois anos atrás, mas na verdade a atualidade da música é exatamente como ouvimos os hits do momento. Chroma Skies dão uma pegada rock em um dos momentos, mas passeiam por vários gêneros em apenas uma música, provando que poderiam prover qualquer direção que seguissem em sua carreira.

Encontre Chroma Skies no Instagram

Queen of The Meadow, “The King and The Hoe”

Em “The King and The Hoe” ouvimos uma produção que vai do minimalismo até um som maximalista, pois mesmo começando de forma leve temos uma crescente no estouro de instrumentos que causa as reações mais diversas. A forma hipnótica de seu vídeo ajuda o clima soturno da música de Queen of The Meadow ficar cada vez mais singular, e contando com uma voz que domina a interpretação tudo só tende a ficar cada vez mais viciante.

Encontre Queen of The Meadow no Instagram

Lua Zanella, “Iara”

O que faz com que Lua Zanella crave sua atenção é sua atitude. No vídeo de “Iara” é possível perceber o quanto fala e age com determinação, e sua música tem um poder que só ajuda a provar isso. Provando que ainda existe bastante espaço no cenário nacional para quem passeia entre gêneros e sabe se provar tanto visualmente quanto musicalmente, a aposta num beat viciante faz dessa uma perfeita adição para quem está afim de ótimos novos sons.

Encontre Lua Zanella no Instagram

The Ghibertins, “In Your Arms”

Onde The Ghibertins acerta é na melancolia que “In Your Arms” evoca. A canção é praticamente um abraço no ouvinte pois acolhe e faz parecer que estamos precisando dela no exato momento que damos o play. A banda ainda ajuda com um lyric video simples, mas muito efetivo pois prende a atenção para a letra que diz exatamente o que quer logo nos primeiros segundos. Uma ótima pedida para um tempo um pouco mais frio, quando precisamos de um som que nos traga aconchego.

Encontre The Ghibertins no Instagram

Pinhel, “Tenho Razão”

A primeira ouvida é possível já aproveitar muito o som da banda Pinhel, mas a partir do momento que assistimos o vídeo de “Tenho Razão” fica muito difícil não aproveitar muito mais a canção que já era muito boa. O grupo dá uma aula de como incorporar audiovisual e deixar um vídeo elevar o status de seu som. A faixa soa como o hit de uma banda do fim dos anos 2000, mas também é moderna, provando que eles tem uma visão de sua musicalidade única. É um dos melhores ator nacionais que o Groover já nos apresentou, e necessita que chegue em uma audiência maior, por simples mérito.

Encontre Pinhel no Instagram

Ruby Francis, “Jasmine”

É possível encontrar diversos gêneros na produção de “Jasmine”. A pegada meio soul, lo-fi e pop já começa única, e a música se torna algo muito maior quando os vocais de Ruby Francis aparecem, sua voz é suave e é um encontro perfeito com a batida tão singular. O refrão é um dos mais pegajosos que uma música do estilo pode ter, e é sem dúvidas um dos melhores começos que um artista pode ter tido em 2021. Soa como aquela música escondida nos streamings, mas que quando alguém ouve pela primeira vez se pergunta como nunca tinha encontrado isso antes.

Encontre Ruby Francis no Instagram

Total
1
Share