fbpx

Conheça Igor e seu primeiro single “O Feitiço Voltou”

Streamer Igor bate um papo com a equipe ESC e conta um pouco sobre sua mais nova música de trabalho.

Youtuber, streamer e cantor, Igor traz ao mundo “O Feitiço Voltou” como uma aposta muito bem acertada. Uma letra forte e melodia muito bem composta garantem à música um alto grau de qualidade. Lançada em 07 de novembro, a musica já alcançou mais de 50 mil visualizações no youtube e mais de 40 mil streams no Spotify.

Com influências indie e elementos trap a canção se sai muito bem como um primeiro single autoral de Igor, que em seu canal no YouTube já trabalhou com música mas em forma de paródias (Boneca’s Rift) sempre referenciando jogadas e personagens dos games com que trabalha.

Com essa estreia no mundo da música, batemos um papinho com o Igor pra saber mais sobre suas escolhas, conceitos, inspirações e planos futuros.

Lucas: “O Feitiço Voltou” é sua primeira música de trabalho oficialmente, em seu canal no Youtube encontramos também algumas paródias feitas por você. Quando surgiu a vontade de compor algo totalmente autoral?

Igor: Eu sempre compus autorais desde os meus 9 anos, mas eu sempre encontrei dificuldade em por as composições em trabalhos finalizados por não saber produzir e etc, nas paródias eu encontrei uma forma mais simples de continuar compondo juntando o que eu gosto, que é compor, cantar e jogar, e me ajudou muito a praticar produção de vocal e depois desses anos “treinando” finalmente me senti pronto pra lançar uma autoral.

Lucas: Como você interpreta a recepção de seu público? Acha que a música agradou? Tem recebido muitos feedbacks?

Igor: Eu acredito que sim, recebo muitas mensagens de pessoas que me acompanham que estão muito felizes de me ver lançando um trabalho autoral, que se identificaram com a música por terem passado por situações parecidas. Então por mais que seja uma música mais pessoal, meu público se conectou muito com a música e puderam conhecer um lado meu que eu não demonstro muito.

Lucas: Como foi o processo de composição de “O Feitiço Voltou”? A letra é bem forte, qual foi sua inspiração?

Igor: Foi bem rápido eu acho, eu me lembro de ter essa música desde 2018 mas uma versão em inglês, resolvi traduzir e acabei lançando a versão em português. A inspiração da música veio de relações que tive com amigos e ficantes, que de alguma forma eram muito parecidas. Eu sempre me senti muito só e meio que deixado de lado por essas pessoas sempre quando eu mais precisava, e eu vivi pra ver cada uma delas sendo tratados da mesma forma que me trataram. A música tem uma energia muito escorpiana, fez até sentido lançar em novembro.

Lucas: Musicalmente falando, quais são as suas influências? Em quais artistas você se inspira para compor ?

Igor: Minha maior inspiração na música é a Lady Gaga, eu gosto do estilo direto dela, apesar de gostar muito de metáforas. Acho ela ímpar, e quando eu vi ela pela primeira vez em 2009 cantando Paparazzi pendurada sangrando no palco, eu falei: “Meu Deus que mulher louca!” Mas aí pensei, eu quero ser assim quando crescer, então quem sabe um dia eu não esteja pendurado sangrando num palco em algum lugar por aí. Mas nesse projeto específico eu levei de inspiração artistas da nova geração por exemplo a Billie Eilish, que tem uma sonoridade pop mais “dark”.

Lucas: Pra finalizar, você pretende seguir com a música? Podemos esperar novas canções e projetos?

Igor: Sim! Eu quero muito e vou continuar lançando autorais, tenho muitas músicas escritas que estão só esperando o momento delas. Eu confesso que não esperava o feedback que O Feitiço Voltou teve em tão pouco tempo, eu acho que isso foi um sinal pra eu continuar e eu captei o sinal.

A dica está dada, e não deixe de acompanhar o Igor por aí. Ouça agora “O Feitiço Voltou” em todas as plataformas clicando aqui!

Total
15
Share