fbpx
marcelo tofani não beijei ninguem

Marcelo Tofani lança a divertida “Não Beijei Ninguém”, ouça

O single é o primeiro lançamento do artista desde o anúncio de um hiato indeterminado do grupo pop Rosa Neon em março de 2021

O fim da banda belo-horizontina Rosa Neon, em março de 2021, deixou muitos fãs do supergrupo desolados. O trio já refletia as saudades de Mariana Cavanellas, integrante da banda que seguiu em carreira solo em 2020, pouco antes de ser mãe. Algumas alterações por aqui, substituições ali, e o Rosa Neon já não era a mesma coisa. Como tudo que é bom chega ao fim, o grupo se separou, e cada um de seus integrantes começou a trilhar seu próprio caminho pela indústria musical.

Ouça “Não Beijei Ningúem” de Marcelo Tofani

Marcelo Tofani, um dos nomes da banda, coloca no mundo seu primeiro trabalho solo, o single “Não Beijei Ninguém” três meses após a separação do Rosa Neon. A faixa é um lançamento do selo A Quadrilha, pertencente ao também artista belo-horizontino Djonga, e é distribuída pela Altafonte. Além do single em si, Tofani aproveita e lança um clipe com uma estética afim aos lançamentos do pop brasileiro.

“Não Beijei Ninguém” é uma faixa divertida, que contém sample de “Diamonds”, conhecida canção da cantora Rihanna – e é aí que a graça da coisa reside. O trecho de um dos hits da diva pop é colocado para ilustrar um trecho em que Tofani canta os seguintes versos:

“Neném, eu não beijei ninguém,
não beijaria nem se a Rihanna aparecesse na minha cama”.

O videoclipe do single não conta com a presença de Riri, mas Marcelo não deixa de apostar em dancinhas prontas que podem ser facilmente reproduzidas por seus ouvintes na rede social que adora coreografias e sons dançantes: o TikTok.

Caso seus fãs apostem nesses passinhos, é provável que os internautas que não conhecem o som de Tofani passem a se interessar pelos trabalhos do artista – a começar pelas faixas de Rosa Neon, já que o artista ainda não conta com uma discografia plural no início de sua carreira solo. A sonoridade de sua composição encaixa perfeitamente no estilo musical que não sai dos ouvidos dos jovens: letras fáceis e repetitivas, batidas que se situam entre o brega e o funk e estética visual descolada.

Total
0
Share