fbpx

07 artistas negros para celebrar o 20 de novembro

7 mentes brilhantes da nossa MPB que fizeram e continuam fazendo história

Dia 20 de novembro é o dia, no Brasil, da Consciência Negra, destinado a celebrar a cultura afro-brasileira, intensificar e trazer visibilidade a luta do movimento negro e suas consequências para a formação da nossa cultura e população.

Com isso, nós não poderíamos deixar de trazer um especial recomendando alguns artistas negros brasileiros que deram e dão seu nome na criação da música popular do Brasil como conhecemos hoje. Este primeiro post contará com artistas masculinos, com sua contribuição para a indústria e recomendação dos seus melhores álbuns.

Ocupação Cartola - Nós dois

Cartola

Cartola foi um cantor, compositor, poeta e musicista de samba e um dos precursores do gênero no Brasil, considerado por muitos o maior sambista da história. Sua história, pautada por pobreza e dificuldades, também revela uma carreira de inspirações imensas (levadas a criar a Estação Primeira de Mangueira), com composições famosas interpretadas por cantoras no nível de Carmen Miranda, e finalmente com seus quatro discos-solo, tendo como grandes sucessos O Mundo é Um Moinho, As Rosas Não Falam e Preciso Me Encontrar.

Sugestão de disco: Cartola (1976)

Milton Nascimento estreia show politizado em São Paulo | Metro Jornal

Milton Nascimento

Milton Nascimento foi um cantor, compositor e musicista brasileiro, mundialmente reconhecido como um dos mais influentes para a criação da MPB (Música Popular Brasileira). Milton já teve parceiros musicais como Björk, Duran Duran e Wayne Shorter, e Chico Buarque, Maria Bethânia e Gilberto Gil. É dono de cinco Grammys, sendo um deles o de Best World Music Album, em 1997. Sua canção de maior sucesso é Maria Maria, dona de regravações desde o lançamento em 1978 até os dias atuais.

Sugestão de disco: Clube da Esquina (1972)

Home — Djavan

Djavan

Djavan é um cantor, compositor e musicista brasileiro, conhecido por suas composições metafóricas e cheias de “cores”, linguagens distintas das construções letristas da época. Djavan também é conhecido por unir gêneros sul-americanos com a música popular dos Estados Unidos, do continente africano e até da Europa. Teve canções regravadas por nomes como Maria Bethânia, Caetano Veloso, Roberto Carlos e Gal Costa, além de duetos com Chico Buarque e Aldir Blanc. Entre seus principais sucessos estão Eu Te Devoro, Açaí, Lilás, Seduzir e Flor de Lis.

Sugestão de disco: Alumbramento (1979)

Tim Maia: as 8 melhores músicas do rei do soul brasileiro

Tim Maia

Tim Maia foi cantor, compositor, produtor, maestro e instrumentista, responsável por introduzir os gêneros de soul e funk na música popular brasileira, além de ser reconhecido como um dos maiores ícones da nossa cultura musical. A revista Rolling Stone Brasil considerou Tim Maia como o maior cantor brasileiro de todos os tempos. Tem no seu currículo canções marcantes como Gostava Tanto de Você, Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar) e Descobridor dos Sete Mares.

Sugestão de disco: O Descobridor dos Sete Mares (1983)

Sou Lula Livre, mas não necessariamente para votar nele, diz Gilberto Gil -  27/08/2018 - Ilustrada - Folha

Gilberto Gil

Gilberto Gil é um cantor, compositor, instrumentista e produtor musical brasileiro, conhecido por ser um dos expoentes da MPB e por ser vencedor de prêmios como o Grammy Latino e Grammy Americano. Gil tem mais de 50 álbuns lançados na carreira, com gêneros tipicamente sul-americanos, além de conter influências de rock, batidas africanas, funk, disco e reggae. Tem como contribuições para a música parcerias com Caetano Veloso – que rendeu Alegria, Alegria, um dos hinos brasileiros contra a ditadura, e ajudou a criar o movimento Tropicalista, o maior divisor de águas na história da música do Brasil.

Sugestão de disco: Expresso 2222 (1972)

Racionais MC's traz turnê " 3 Décadas" ao Recife: "Nossa música não tem  fronteiras" - Blog Social 1

Racionais MC’s

Racionais MC’s é um grupo de rap formado por Mano Brown, Ice Blue, Edi Rock e KL Jay. É o maior grupo de rap brasileiro, e o mais influente deste gênero. Suas canções mais famosas denunciam a vida do jovem negro nas favelas, o descaso e violência policial, e a influência do racismo e preconceito na vida dos negros no Brasil. Também tratam sobre drogas e exclusão social em suas obras. Entre as músicas mais conhecidas, temos Vida Loka e Negro Drama.

Sugestão de disco: Nada Como um Dia Após o Outro Dia (2002)

Emicida comemora 10 anos de carreira com show em Porto Alegre

Emicida

Emicida é um rapper, cantor e compositor brasileiro, considerado uma das maiores revelações do gênero hip-hop no Brasil pós anos 2000. Emicida também é um grande nome na luta racial brasileira, tendo entre suas apresentações denúncias de violência policial e descaso e invisibilização do jovem negro. Foi o primeiro rapper brasileiro a se apresentar no festival de música Coachella. Em 2020, Emicida ganhou seu primeiro Grammy Latino pelo álbum AmarElo. Tem na carreira músicas com o compositor e rapper Criolo, e com as cantoras Vanessa da Mata e Pabllo Vittar. Entre as canções mais conhecidas estão Então Toma, Passarinhos e AmarElo.

Sugestão de disco: AmarElo (2019)

BÔNUS:

Jorge Ben Jor – Sugestão de disco: A Tábua de Esmeralda (1974)

Chico Science – Sugestão de disco: Da Lama ao Caos (1994)

Paulinho da Viola – Sugestão de disco: A Dança da Solidão (1972)

Total
10
Share