Como Estella se tornou Cruella, uma das maiores vilãs da Disney?

Este texto pode conter alguns spoilers

Leia nossa review de ‘Cruella’

Enquanto no centro da história está a poderosa transformação de Cruella de Vil (Emma Stone) – de jovem rebelde e criativa a uma mulher sofisticada e ávida por vingança – o filme também explora a importância da família como fonte de controle, refúgio e inspiração, independentemente de como é composta e das circunstâncias em que é formada.

Ao longo de sua vida, Cruella integra duas famílias muito diferentes e diversas: aquela em que nasceu – marcada pela tragédia e um segredo muito bem guardado – e aquela que escolheu: acidental, pouco convencional e profundamente leal.

No começo do filme, o público conhece a pequena Estella, uma menina inquieta, criativa e muito rebelde que foi criada por Catherine, uma mulher amorosa, solidária e valente que soube dar um lar para sua filha. Juntas de um lado para o outro, como uma família de dois, Estella e sua mãe formam uma dupla invencível. Embora a mãe de Estella tenha dedicado grande parte de sua energia parental para tentar fazer com que a menina se adaptasse às regras e se comportasse adequadamente, seu amor e controle de alguma forma permitiram que, anos depois, sua filha pudesse, finalmente, revelar sua personalidade rebelde, criativa e avassaladora.

O vínculo entre Estella e Catherine, no entanto, foi repentinamente quebrado com um trágico evento que deixou Estella órfã e a forçou a desbravar um novo caminho sozinha. De alguma forma, foi esse amor materno incondicional que a encheu de força e determinação para superar circunstâncias terríveis.

Imagem: Disney

Após a morte de Catherine, Estella chega a Londres e conhece Horácio e Gaspar, dois garotos que vivem nas ruas fazendo travessuras. Espontaneamente, os meninos juntam a menina em suas aventuras. Pouco a pouco, os dois se tornam a família substituta de Estella. “Horácio e Gaspar são de fato a família de Cruella e o coração do filme. Gaspar é doce e amoroso. É o único personagem que verdadeiramente conhece Estella/Cruella. Horácio é totalmente sem noção, um personagem adorável”, explica Kristin Burr, produtora de Cruella. No entanto, Emma Stone acrescenta: “A longo prazo, eles precisam um do outro: são um verdadeiro tripé. Não sei quem seria Cruella sem Gaspar e Horácio”.

Horácio e Gaspar constituem a “família do coração” de Estella, aquela que ela escolheu para passar a adolescência e a vida adulta, a caminho de se tornar Cruella de Vil. Craig Gillespie, o diretor do filme, disse: “Gaspar é realmente o coração do filme, uma espécie de fio terra para Cruella durante toda a história. Quando ela começa a sair da linha, ele chama a atenção dela. É uma pessoa equilibrada ao lado de Horácio. Você sempre precisa de uma pessoa equilibrada e, às vezes, parece que é a pessoa equilibrada que permite que tudo siga em frente”.

Com o passar do tempo, e a transformação de Estella em Cruella, a dinâmica entre ela, Horácio e Gaspar é posta à prova. A mudanças radiais na forma de agir de Cruella – e uma virada inesperada na história – ameaçam dissolver aquela acidental família que surgiu na adolescência. O desafio, no entanto, não é diferente ao da maioria das famílias. Assim como todos, eles também aprendem a reconstruir a relação e adaptá-la às novas realidades em que vivem. Como a própria Cruella diz no filme: “Eu fiquei meio maluca. Me desculpa. Vocês são minha família. São tudo o que eu tenho”.

Todos os assinantes do serviço já podem assistir Cruella sem custo adicional.

publicado
Categorizado como Cinema Marcado com

Por Diego Stedile

Comunicador, publicitário, designer, já tentou ser escritor de livros e não deu certo. Fundou o ESCUTAI pra compartilhar música e hoje é lar de muitas opiniões. Editor-chefe, diretor de arte, playlisteiro e conselheiro nas horas vagas.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14