RGB Sessions: plataforma online impulsiona talentos musicais

Videomaker cria projeto em Londres para impulsionar talentos musicais; RGB Sessions compartilha performances intimistas nas redes sociais

No RGB Sessions, músicos de diferentes partes do mundo interpretam suas canções, enquanto o público descobre novos talentos. Em um estúdio acolhedor, no coração da Tileyard, a maior comunidade criativa da Europa, o videomaker natural do nordeste de Minas, Pedro Costa, realizou um sonho: criar um espaço de descoberta e difusão musical. Com presença no YouTube e no Instagram, o projeto recebe um artista por semana e registra as performances com uma equipe de especialistas em áudio e vídeo. 

O cenário é simples: um sofá vermelho, um tapete, duas luminárias, fundo preto e alguns microfones. O foco é o artista, iluminado cuidadosamente por um esquema de luzes intimista. Criado em 2023, o projeto, sediado em Londres, visa oferecer para músicos em início de carreira um lugar para mostrar seu trabalho autoral, construir um portfólio e ainda chegar a novos públicos.

“Em uma indústria considerada saturada, as pessoas costumam se deparar com dificuldades em produzir um material de divulgação de qualidade. Investir em um vídeo profissional não costuma ser viável financeiramente, o que deixa muitos frustrados. A gente busca democratizar esse acesso”

comenta Pedro Costa, idealizador do projeto. 

Além disso, o projeto também recebeu artistas renomados, como Althea Grace, participante do American Idol 2021, e Alex Francis, que já fez turnês ao lado de grandes nomes como Stereophonics e Alanis Morrisette. A participação de artistas como esses auxilia na divulgação da iniciativa, também proporcionando trocas entre profissionais em diferentes momentos da carreira.

Em meio aos ambientes criados por algoritmos das plataformas musicais, com abundância de materiais, o RBG Sessions ainda entra com uma curadoria humana e sensível, que apresenta à audiência trabalhos autênticos. Sair do óbvio, do que já é impulsionado pelas plataformas, levando o público na direção da descoberta – esse é mais um dos objetivos. 

Aos mais de 40 músicos que já passaram pelo RBG, a plataforma permite networking. É o que reforça Josh Robinson, cantor, compositor e busker que toca em espaços públicos de Londres há mais de dez anos:

“É importante ter uma plataforma de descoberta para artistas, que ainda possibilita trocas a partir do canal. Eu mesmo entrei em contato com pessoas que conheci por lá, isso ajuda a construir uma comunidade. Apoiar músicos independentes ainda dá a eles motivação para continuar suas paixões e suas jornadas”.

A equipe traz extensa experiência em produção de conteúdo audiovisual para marcas musicais e artistas. E além da qualidade técnica, a preocupação é oferecer um ambiente confortável para a arte florescer. “A experiência que tive foi incrível, muito profissional e acolhedora. Senti que o RGB me deixou muito confortável e, como resultado, conseguimos um trabalho que adoro e do qual tenho muito orgulho”, comenta Sophie Saint, de Leeds (Inglaterra), que interpretou sua composição “Falling”. 

O nome RGB Sessions, inspirado nas três cores primárias que compõem imagens digitais na tela, dá pistas de novidades a caminho. O atual sofá vermelho pode não ser mais o único: com o crescimento, o projeto pretende expandir para outros modelos além do acústico autoral e as cores dos sofás vão marcar cada formato. 

Lançamento RGB Talks 

Seguindo o propósito de ser um espaço de conexão entre artistas, surge o RGB Talks, uma ramificação do RGB Sessions que se propõe a proporcionar conversas inspiradoras entre profissionais do meio: músicos, compositores, gerentes de gravadoras, engenheiros de áudio, especialistas, entre outros. Na estreia, as cantoras e compositoras Vic Allen e Lianne Kaye conversam sobre carreira musical, desafios nas redes sociais e dão conselhos para músicos que estão começando na área. 

Lianne iniciou sua carreira no YouTube e, hoje, já acumula mais de 10 milhões de visualizações na plataforma. Estreou na carreira autoral, em 2014, com o EP “Vacancy”, que trazia a música que deu nome ao EP, “Everything To Me” e “All That You Have To Say”. Vic Allen também possui forte presença online. Seu single “Pictures of Us”, que integra seu álbum de estreia “Some Place I’d Rather Be”, alcançou mais de 1 milhão de visualizações no Tik Tok. 

Total
0
Share