Entrevista | almost monday mais brasileiros que nunca em sua passagem pelo Brasil

O trio almost monday fez uma breve passagem pelo Brasil junto da banda The Driver Era em maio desse ano e além de entregarem tudo em seus shows na rota brasileira, eles também conseguiram viver ao máximo o que a vida noturna pode oferecer em São Paulo. Ganhamos 15 minutos para conversar com eles sobre essa passagem por aqui e com direito até a um “Oi escutai” deles, já viu?

Perguntei da conexão que eles sentem com o público brasileiro. Notei que em seu canal do youtube e diversos vídeos para outras redes sociais eram direcionados aos brasileiros, contendo informações típicas daqui ou contando até com lyrics já traduzidos para o português do Brasil.

Dawson: “Brasileiros são os nossos fãs mais apaixonados, todas as vezes que lançamos algo sempre os vemos muito animados com aquilo. Nós sempre fazemos os lyrics videos em português para que esses fãs possam entender mais rápido tudo que queremos passar e se sentirem, de certa forma, amados por nós. É algo que fazemos para nós conectar com vocês!” 

Pela curiosidade de terem essa certa paixão pelo público, perguntei se já sabiam falar algo no nosso idioma e o Dawson, vocalista da banda, conseguiu pronunciar de uma maneira bem clara um “Somos o almost monday, banda de San Diego na Califórnia”. Impressive, huh?

Ainda no tema Brasil, questionei se escutavam alguma banda daqui e todos os membros da banda responderam rapidamente “Rita Lee!” olhando entre si quase que questionando mentalmente se tinham pronunciado da maneira correta, confirmei que estava certo e indiquei algumas músicas do Novos Baianos. Na época do papo, um dos últimos lançamentos da almost monday era “Sunburn” e fiquei muito curioso pelo processo criativo dessa música:

Dawson: “Essa música foi um pouco diferente para nós, geralmente compomos a música primeiro para depois sentirmos a vibe ou o que queríamos passar, mas nesse caso chegamos no estúdio apenas com o título da música e foi um tanto divertido ter que pensar de uma maneira inversa ao que estávamos acostumados. Ter uma música com esse título tipo ‘Como ela deveria soar? Como deveria ser a melodia? Como as pessoas vão se sentir?’ e todas essas perguntas foram surgindo durante o processo e isso deixou tudo mais interessante.”

No dia anterior a nossa entrevista aconteceu um dos shows da banda na Audio SP e perguntei como foi e como eles se sentiram no palco.

Dawson: “Não vou falar isso porque estamos em São Paulo, mas ontem foi uma experiência incrível demais, ver tantas pessoas cantando com a gente de maneira tão apaixonada por aquilo. Toda essa tour com o pessoal do Drive Era pela América Latina tem sido bem intensa, o público da Argentina e Chile também são incríveis da sua maneira” 

A banda não tem um baterista fixo, sempre que vão a outros países sempre procuram alguém local ou conhecido por eles (ou indicado pela assessoria) para integrar a banda naqueles shows e aqui no Brasil isso não foi diferente, como eles mesmo relataram, após perguntar se subir no palco aqui era – de alguma maneira – diferente de tocar em outros lugares.

Dawson: “Com certeza, tivemos um baterista brasileiro e sempre em algum momento do show ele passava uma mensagem para plateia em português, algo do tipo: ‘Nós tivemos shows incríveis no México, Argentina e Chile, agora vamos mostrar como nós brasileiros somos’ e a plateia ia a loucura, era bonito de se ver.”

Finalizando a conversa, perguntei quais músicas da banda eles indicariam para que as pessoas pudessem conhecer eles pela primeira vez.

Dawson: “Ultimamente quando mostro a banda pra alguém, apresento Sunburn’ primeiro, essa tem sido a nossa mais recente e acho que mostra bem quem somos e de onde viemos.”

Terminamos de gravar e ainda conversamos um pouco enquanto a equipe desligava os equipamentos. Essa não é a primeira vez que os meninos da almost monday vieram para o Brasil, mas eles se mostraram mais encantados dessa vez.

Acompanhando pelas redes sociais pude perceber que conseguiram aproveitar bem o que a noite paulistana pode proporcionar indo de restaurante até as baladas mais duvidosas — e que a gente adora. Antes de gravar o vídeo de agradecimento, pude ensinar poucas palavras em português e até como é a pronúncia exata do nome do escutai. Come back more often, guys!

Por Leo Pereira

Designer, Comunicador e principalmente, apaixonado por teatro musical


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14