fbpx

Oscars 2021 | Conheça 7 filmes esnobados pela premiação

Listamos aqui uma série de filmes incríveis que foram deixados de lado na maior e mais reconhecida premiação do cinema norte-americano.

Sabemos que nem sempre é possível condecorar todos os filmes mais impactantes do ano, principalmente numa premiação tão exclusiva e cotada como o Oscar. Por isso, o ESC separou uma lista com algumas das melhores obras audiovisuais da temporada e que, por questões maiores, foram completamente ignoradas pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

1. First Cow

Inaugurando a nossa lista, está o último filme da cineasta Kelly Reichardt, First Cow, longa que conquistou o coração de muitos espectadores com seu visual bucólico e demasiadamente aconchegante. A trama, baseada no livro “The Half Life”, acompanha a jornada de Otis (John Magaro) e explora sua amizade com King-Lu (Orion Lee), sempre levando em consideração a simplicidade e a espontaneidade que os permeia.

2. Saint Maud

Como de praxe, os filmes de terror seguem sendo esnobados pelas premiações de Hollywood. Seguindo esse costume, temos Saint Maud, dirigido pela britânica Rose Glass e aclamado internacionalmente por seu tom sombrio e existencialista, além de contar com a performance icônica de Morfydd Clark.

3. Never Rarely Sometimes Always

Dentre os candidatos a “melhor filme esnobado” de 2020 está Never Rarely Sometimes Always, da diretora Eliza Hittman. A narrativa gira em torno da gravidez indesejada de Autumn (Sidney Flanigan) e mostra, a partir de um recorte temporal, como o fato pode impactar na sua vida e daqueles ao seu redor.

4. I’m Thinking of Ending Things

Conhecido por suas obras mirabolantes, Charlie Kaufman agora com um drama mergulhado no relacionamento do casal Lucy (Jessie Buckley) e Jake (Jesse Plemons). Produzido pela Netflix, o suspense psicológico entranha progressivamente no imaginário dos espectadores e dividiu opiniões quanto à crítica.

5. The 40-Year-Old Version

Mais uma produção da Netflix, o documentário estrelado por Radha Blank certamente deveria estar entre os indicados a “Melhor Documentário”. Com seu estilo irônico e também de denúncia, The 40-Year-Old Version foi consagrado em diversas cerimônias ao longo da temporada, como em Sundance e em Palm Springs.

6. Miss Juneteenth

Dirigido pela brilhante Channing Godfrey Peoples, Miss Juneteenth se consolida como um retrato realista da pobreza que, sem quaisquer perspectivas de mudança, permanece inalterada e é repassada de geração em geração. Fiel à relação mãe e filha, o filme fará muita falta na cerimônia deste ano.

7. The Assistant

Já que Hollywood gosta tanto de metalinguagem, por que não destacar também os filmes que atentam para os problemas da indústria e questionam a hierarquia do universo cinematográfico. Em The Assistant, de Kitty Green, Jane, interpretada pela talentosa Julie Garner, sofre com as dificuldades de ser uma mulher no ambiente de trabalho e, ao mesmo tempo, é denúncia viva do que acontece por trás das câmeras.

Bônus: The Human Voice

Uma das grandes surpresas do Oscar 2021 foi justamente a ausência de The Human Voice, curta de Pedro Almodóvar em parceria com Tilda Swinton. Filmado durante a pandemia, o filme é a aliança perfeita entre a visão do diretor e a versatilidade da atriz, tendo sido destaque em vários festivais ao redor do globo.

O Oscar 2021 acontece presencialmente no próximo domingo (25), no Teatro Dolby. Acompanhe a cobertura em nosso Twitter.

Total
0
Share