fbpx
Rock in Rio

Hoje é o dia de rock, bebê!

Desde o desejo expressado por Phill Collins quando se apresentava na Live Aid em 13 de julho de 1985, hoje ficou conhecido como “dia mundial do rock”

Desde o desejo expressado por Phill Collins quando se apresentava na Live Aid em 13 de julho de 1985, hoje ficou conhecido como “dia mundial do rock”

Phill gostaria que aquele dia fosse considerado o “dia mundial do rock” mas a ideia não foi tão abraçada quanto foi no Brasil, apesar do nome, a data só é comemorada aqui nas terrinhas tupiniquins. Isso tudo começou em meados dos anos 1990, quando as duas rádios mais populares paulistanas dedicadas ao Rock – 89 FM, A Rádio Rock e FM 97 Rock – começaram a divulgar a data em sua programação, em poucos anos, a data, passou a ser aceita entre os ouvintes das rádios e popular em todo o país.

Mas o que foi o Live Aid?

Considerado um dos maiores eventos transmitido a larga escala por satélite – estimado que teve mais de 1,5 BILHÕES de espectadores em mais de 100 países, o Live Aid foi um festival de rock realizado em 13 de julho de 1985 no Wembley Stadium, em Londres e no John F. Kennedy Stadium, na Filadélfia. O objetivo principal do festival foi para arrecar fundo em prol dos famintos da Etiópia.

Foram dias históricos com participações de Queen, Duran Duran, Bob Dylan, Madonna, Black Sabbath, Judas Priest, Led Zeppelin, Eric Clapton, U2, Paul Mccartney, Phill Collins, Sting e outros.

O Queen abriu o show com “Bohemian Rhapsody” sob intenso aplauso, Freddie Mercury levou toda a plateia no Wembley a bater palmas e a cantar em uníssono durante Radio Ga Ga verso por verso. Outro momento que chamou a atenção do público foi quando David Bowie apresentou a canção Heroes, a dedicou a seu filho e também “a todos os nossos filhos, e aos filhos do mundo”.

O Rock mostrou todo o seu poder

Durante os concertos os telespectadores eram convidados para contribuir com a causa do Live Aid, que falamos ali em cima. Mais de trezentas linhas telefônicas foram disponibilizadas para permitir que doações fossem feitas por cartão de crédito. O número de telefone e o endereço para o envio de cheques eram repetidos frequentemente.

Quase sete horas depois do início do concerto em Londres, foi informado de o arrecadado até aquele momento não passava de 1,2 milhão de libras. O cantor Bob Geldof ficou desapontado, e se dirigiu à cabine de transmissão, declarou, “Pessoas estão morrendo NESTE MOMENTO. Nos dê o dinheiro AGORA. Me dê o dinheiro agora”. O apresentador da BBC tentou então divulgar um endereço para onde as doações poderiam ser enviadas. Geldof o interrompeu, gritando “Foda-se o endereço, dê só o telefone, aqui está o número…”. Depois de sua aparição, as doações aumentaram para 300 libras por segundo.

No dia seguinte ao festival, os jornais noticiaram que o arrecado estava entre 40 e 50 milhões de libras. Atualmente estima-se que esse número tenha chegado a 150 milhões, como resultado direto dos concertos.

Live Aid foi um dos maiores festivais do Rock do mundo e isso é inegável, sua causa ajudou a muitas pessoas na Etiópia e por causa disso, aqui no Brasil, ficou conhecido como “Dia Mundial do Rock”

Rock in Rio + escutai

O escutai está preparado para mostrar tudo que acontecerá no Rock in Rio, então acesse agora a nossa página especial Rock in Rio e nos siga no twitter e instagram para não perder nenhum momento do maior festival de música do mundo – Rock in Rio é no escutai!

Ouça a playlist especial com os melhores hits do lineup de 2019:

Se preferir, ouça no Deezer.

Total
0
Share