fbpx

Julia Melo mostra sua versatilidade musical em novo single intimista “Heaven”

Faixa com batida que une pop e trap aborda a experiência da cantora crescendo LGBT em uma comunidade conservadora.

Faixa com batida que une pop e trap aborda a experiência da cantora crescendo LGBT em uma comunidade conservadora.

A intimista “Heaven”

Com sintetizadores mais fortes e batidas que unem o pop, trap e dubstep, Julia Melo lança o segundo single do seu EP de estreia, via Nuzzy Records. “Heaven” fala sobre o que a cantora passou e o que muitos outros LGBTQIA+ passam nos dias atuais. Sobre a violência, física, verbal e psicológica, que muitas vezes vem de um lugar que deveria acolher, como a própria Igreja. Sobre toda uma sociedade disseminando ódio por pessoas que só querem se sentir livres de serem elas mesmas.

Produzida por Marlon Lopes (Adorável Clichê), a faixa possui nuances leves que tocam o ouvinte em algumas partes e em outras momentos ela é totalmente agressiva, tanto no vocal quanto no synth. Essa ideia surgiu para mostrar o contraste de como é difícil a batalha diária, e não importa o que eles digam a comunidade LGBTQIA+ pode criar seu próprio “paraíso” porque ninguém deveria ser condenado por amar ou se amar do jeito que é.

 

“Heaven” foi criada para todas as pessoas que buscam o direito de ser quem são, de serem felizes e de poderem viver mesmo sendo perseguidos por todos. EP de Estreia Intitulado “Celestial”, o registro trata de temas como sexualidade, depressão e homofobia, assuntos tão fortes na sociedade nos quais tem crescido cada vez mais por causa de uma parcela conservadora.

Com estreia programada para o dia 24 de abril, a cantora espera que com a sinceridade e transparência das músicas no EP, as pessoas em casa que estão com medo, sintam-se abraçados e percebam que fazem parte de algo, de uma sociedade e que tem sim uma esperança no final de tudo.

Julia Melo

Julia começou a tocar violão com 8 anos de idade e compor aos 12 anos, mas por ter uma natureza mais tímida nunca havia compartilhado nenhuma música com seus amigos e familiares. Com o passar dos anos, a cantora foi se descobrindo e assumiu-se LGBT, e foi por meio da música que ela pôde expressar seus sentimentos e também falar da causa.

Com inspiração em grandes artistas, que vão desde desde Kate Bush e FKA Twigs a Lorde e Britney Spears, em 2018 Julia Melo lançou o seu primeiro single, intitulado “In the City”, uma música que aborda amor e dor na sua letra, com beats calmos e fáceis de se identificar. Em 2020 lançou “Touch”, o primeiro single do seu EP de estreia, que uniu gêneros como o synth-pop, trap e R&B.

“Heaven”, música por Julia Melo (via Nuzzy Records)

O seu novo single “Heaven” apresenta um som mais digitalizado, com uma presença maior de sintetizadores e timbres intensos. A faixa utiliza o pop como base, mas experimenta com o trap no seu refrão e o dubstep em algumas viradas. Um mix que é presente tanto na sonoridade do EP quanto na letra das cinco músicas que compõem ele.

Total
1
Share