fbpx

Jup do Bairro fala sobre liberdade no EP “CORPO SEM JUÍZO”

Com participações de Rico Dalasam, Linn da Quebrada, Mulambo e Deize Tigrona, a Jup do Bairro soltou nas plataformas digitais ontem (11), a sua primeira coletânea de músicas! O EP intitulado “CORPO SEM JUÍZO” chega após 10 anos de construção e conta com 7 faixas.

EP molda a liberdade pessoal e complexa da Jup, e ao mesmo tempo, a nossa

O que torna um corpo sem juízo? É com essa frase que se inícia a faixa “o que pode um corpo sem juízo?”, um monólogo poderoso de quase 2 minutos que traz a artista falando sobre como a natureza nos molda conforme o que vemos ao nosso redor, evidenciando sexualidade e libertação. E afinal, o que pode seu corpo?

Mais pra frente a gente encontra “PELO AMOR DE DEIZE“. A música que conta com a Deize Tigrona é sobre se levantar e não se deixar ficar pra trás. Uma composição que não para, fazendo jus ao que se propõe, nos fazer dançar e continuar. E o final ainda conta com uma conversa bem sincera entre as duas, tudo acompanhado de uma melodia angelical.

Já a parceria com Mulambo, “LUTA POR MIM”, é simplesmente de fazer qualquer um ficar anestesiado com a letra sobre a luta do movimento negro. Autêntico, espetacular e um baita soco no estômago. Digna de se ouvir diversas vezes para captar todas as mensagens.

Com o lançamento do EP, veio junto o clipe da faixa que abre a obra: “Transgressão”

A canção serve de forma certeira para abrir o trabalho, falando sobre crescer e reparar naquele momento em que você vê que a vida é possível, até que chega a hora de voar. “Me deixa voar, me deixa voar”. O vídeo é de tirar o fôlego, mostrando toda uma estética já promovida pela Jup, mas aqui, ainda maior.

Escute o “CORPO SEM JUÍZO” nas plataformas digitais

Total
21
Share