fbpx

Entrevista: Dulce Maria fala sobre novo single ‘Amigos con Derechos’ e maternidade

Conversamos com Dulce Maria sobre o novo single ‘Amigos Con Derechos’ presente em ‘Origen’, seu novo álbum, série da Netflix, maternidade e mais

A faixa “Amigos con Derechos” é o sexto lançamento do projeto mais pessoal de sua trajetória, ‘Origen’, seu quarto álbum de trabalho. O álbum autoral inclui os singles “Más Tuya Que Mía” e “Te Daría Todo”, “Lo Que Ves No Es Lo Que Soy”, “Nunca” e “Tú y Yo”.

Em conversa com o ESC e outros sites em uma coletiva de imprensa realiza pelo Ariprensa, Dulce contou sobre o que podemos esperar nesta nova fase da carreira. Além disso, também falou sobre sua experiência de se tornar mãe e do seu preparo para o elenco da série “Falsa Identidad” que está disponível na Netflix.

‘Origen’, seu novo álbum

O álbum que está previsto para agosto/setembro é o mais novo trabalho de Dulce Maria e sobre o álbum ela nos contou vários detalhes, olha só:

Qual a mensagem de “Amigos con Derechos”?

Dulce: “Escrevi essa música há 7/8 anos e se trata de uma situação que todos já devem ter vivido. Fala de quando você tem uma pessoa que te procura um dia e no outro não, algo indefinido. A música fala sobre não ser o plano B de alguém ou alguém que ocupa um espaço temporário na vida de alguém. É sobre não estar sempre disponível para aquela pessoa que não te trata como prioridade. Acredito que todo mundo já deve ter passado por isso e pensando sobre isso nasceu ‘Amigos con Derechos’.”

De onde surgiu a ideia de “Orígen”?

Dulce: “Com ‘Origen’ sinto que quero regressar e resgatar minha essência no mais puro e simples e agora tenho minha família, meu esposo, minha bebê e sinto que sou tudo isso e que havia muitas peças que não encontrava e agora estão nesse lugar e claro há outras que se movem pois estamos em constante aprendizagem mas em ‘Origen’ tem a ver com resgatar minha identidade. O álbum é inspirado em tradições sagradas e em várias culturas e essa inspiração não tem a ver com moda mas em se conectar com a origem da história, pois esse é o conceito do disco. A artista também falou sobre a vontade de lançar ‘Origen’ versão Deluxe.

A música ‘Origen’ é a mais recente do álbum e as demais são músicas que escrevi para outros trabalhos há alguns anos atrás e que trouxe para esse álbum.”

Esse álbum terá mais pop?

Dulce: “Eu gosto muito do pop mas também gosto das fusões que são possíveis fazer na música. Gosto muito de pop rock e eu gostaria de fazer algo nesse sentido.”

A série ‘Falsa Identidad’

Como foi seu preparo para o papel de Victória na série Falsa Identidad?

Dulce: “Para Victória primeiro tive que fazer um treinamento com armas para aprender a atirar, depois tive ensaio e leituras com um coach para formar a personagem, para encontrar e para entender. E cada personagem eu faço um trabalho interno para entender como ele é e o que lhe dói para poder traduzir as emoções, entender o que move e o que impulsona a ser quem é e esse é um trabalho interno que faço com um coach e com os diretores.

Eu estou muito contente com todo o resultado de Falsa Identidad que está indo muito bem em vários países e isso me deixa muito feliz porque foi um esforço muito grande pois terminamos de gravar em meio a pandemia e eu estava grávida e aconteceu tudo junto. É uma série com grandes atores e grande produção. Eu gostaria de seguir atuando e fazendo projetos. Eu estou me redescobrindo porque nasceu uma nova mulher agora que sou mãe, nasceu a Dulce – mãe que eu não conhecia e por isso tenho que reiniciar minha vida e minha carreira mas eu gostaria de continuar trabalhando em projetos.”

Maria Paula, sua filha e maternidade

Dulce: “Uma parte de ser mãe é o pós parto, a lactância é muito cansativa e ao mesmo tempo muito bonito. Eu sigo pouco a pouco encontrando meu espaço na maternidade.”

Você gostaria que sua filha Maria Paula seguisse carreira artística?

Dulce: “Eu gostaria que Maria Paula seja feliz e faça o que ela quiser, pois é livre com as decisões que quiser tomar. Estou aqui para para apoiá-la e eu não gostaria de influenciar e sim de apoiar.”

Há alguma canção para Maria Paula?

Dulce: “Ainda não, não tive tempo de nada. Tenho mil ideias na cabeça mas ainda não tive tempo de sentar para escrever. São muitas pendências, muitas coisas para fazer e ainda não tive tempo de estar em paz, estar calma. Me encantaria fazer algo para o meu bebê.”

Dulce Maria + Brasil

A artista falou sobre colaborar com artistas brasileiros e disse que já esteve com Anitta e que ainda não tem algo pronto mas adoraria colaborar pois ama o Brasil. A artista nos contou que cada show no Brasil e América Latina foram memoráveis. Perguntada sobre o que ela mais sente saudade no Brasil ela disse que sente muita saudades dos fãs, e das comidinhas, pão de queijo, guaraná, açaí, picanha, café, as paisagens e a energia única que vem do Brasil.

Além desses temas, a artista demonstrou todo o seu carinho pela comunidade LGBT com declarações carinhosas e em defesa dos direitos da comunidade. Sobre a pandemia a artista se mostrou preocupada e atualizada sobre o contexto de vacinação nos países latino americanos e diz que sente muita saudade de estar junto de seus fãs e o fará assim que se possa. Por fim, enviou muitas forças pois sabe que não tem sido fácil para os brasileiros.

Proximidade com fãs

A artista falou sobre o fato de ter criado um grupo no Telegram para ficar ainda mais próxima dos fãs e você pode ver tudo com exclusividade no link abaixo:

Total
0
Share