O Último Banco do Bar não se limita a gêneros e passeia por musicalidades diferentes

Com lançamento marcado para março, O Último Banco do Bar prepara o terreno para 2023 com uma bagagem sonora rica e sem limites.

O Último Banco do Bar, banda autoral fundada em 2018 por Bruno Iodes e Sam Faiad, iniciou como projeto voz e violão na cidade de São Vicente – SP, realizando vários shows acústicos pela região. Com o passar do tempo os músicos desejavam um som mais completo para suas músicas, então convidaram outros integrantes para compor a banda.

Atualmente é formada por Sam Faiad na guitarra, Guilherme Zikan na bateria, Bruno Iodes no vocal e guitarra e Andrea Doria, a única mulher e baixista d’O último Banco. A banda traz referências musicais do rock, samba e indie rock, mas não permite- se fechar para novas influências, por isso, não estranhe se escutar um pouco de brega ou um trecho de baião nesse último banco do bar.

A banda integra, junto com a “Casa Imaginária”, o Coletivo Sardinhada em atividade na cidade de São Vicente. Ao longo da última década, um movimento de artistas independentes tem tomado o cenário nacional. Diante desta avalanche de lançamentos autorais produzidos quase que mensalmente, se fazem cada vez mais imprescindíveis ações coletivas fomentadoras e as redes colaborativas de difusão. Foi pensando nessa necessidade e urgência, que o projeto surgiu.

Aproximando produtores, músicos e artistas, fortalecendo o cenário musical vicentino entre produtores, músicos e bandas e gerando uma rede colaborativa. Através de produções e eventos na cidade, o Coletivo se propõe a divulgar o trabalho autoral da região, conectar público e artista, e assim proporcionar o crescimento da cena. Pra além da música, também é importante ressaltar que há produção de artes visuais no Coletivo Sardinhada, bem como a união entre as elas e as bandas.

O Último Banco do Bar não se limita a gêneros e passeia por musicalidades diferentes na sua discografia, além disso já conta com grandes planos para 2023, já que no dia 10 de Março o primeiro gostinho do disco vai estar disponível: ‘Serotonina’. A faixa que fará parte do 1º álbum da banda relata um problemas muito comuns na geração dos atuais jovens-adultos, e que traz tremendos danos na vida de uma pessoa. A ansiedade que nos é imposta para um sucesso nem sempre satisfatório e a alusão de correr para vencer e não enxergar a beleza do caminho.

Acompanhe O Último Banco do Bar no Instagram, YouTube, Spotify, Facebook e Twitter.

Total
0
Share

Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14