10 artistas gays que valem o seu play

artistas gays
artistas gays

Dando sequência ao nosso especial do mês do orgulho LGBTI+, separamos alguns artistas que dessa vez representam a letra G da sigla!

O mês de junho tem um significado tão grandioso para a comunidade. Precisamos celebrar e aceitar nossas diferenças e igualdades independentemente da crença, classe, cor ou orientação sexual. É importante demais termos artistas gays fazendo sucesso, e claro que não íamos ficar sem enaltecer alguns deles.

Assim como a primeira parte desse especial onde citamos algumas artistas representantes da letra L, teremos uma miscelânea musical maravilhosa. Alguns podem ser até conhecidos por vocês, mas também temos aqueles que valem o seu play e o reconhecimento. Então bora pra essa listinha colorida que vai encher o seu coração.

1) Years & Years

Ok, eu sei que Years & Years não é uma pessoa só, mas o mais importante de tudo é que o vocalista da banda Olly Alexander é um bom exemplo do que a gente está dizendo. O Years & Years nasceu em 2010 mas foi só em 2015 que eles lançaram o seu primeiro álbum Communion. O Olly sempre deixou a sua fluidez explícita e desde que se assumiu se tornou um ícone LGBTI+, sempre defendendo a causa e participando de várias ações que auxiliam no meio.

Músicas que valem a pena conferir: All For You, Memo, Desire e Sanctify.

2) Troye Sivan

Tão novinho e tão maravilhoso! Com apenas 24 anos, Troye Sivan também segue sendo um dos principais nomes LGBTI+ atualmente. Se mantendo um ativista por completo desde 2013 quando se assumiu, ele conquistou o coração de todos com o lançamento do seu primeiro álbum Blue Neighbourhood também em 2015. A música dele é um eletropop delicioso que faz você sair do chão mas obviamente também tem aquelas músicas que você se relaciona tanto que acha que foi escrita pra você. Com uma voz bem grave, o cantor sul-africano e naturalizado australiano já esteve no Brasil no Lollapalooza desse ano pra divulgar seu álbum Bloom.

Ouve essas aqui pra se apaixonar por ele: Bloom, Plum, Youth e Wild

3) Sam Smith

Agora é hora da bad meus amigos. Sam Smith, o reizinho da bad, não poderia faltar na nossa lista já que o Oscar e Grammy Winner faz a gente chorar bastante com suas músicas. Com uma carreira impecável, Sam falou abertamente sobre sua sexualidade em várias premiações televisionadas e claramente possui uma voz extremamente marcante. Ele sempre está discutindo sobre gênero e sexualidade por aí e também é um grande defensor da causa. Sua música é um pop meloso que a gente pode até levar um pouco pro R&B, então não tem como não se apaixonar.

Dá uma olhadinha nessas aqui: Too Good At Goodbyes, HIM, I’m Not The Only One e Lay Me Down.

4) Lauv

Acredito que esse seja o artista revelado mais recentemente. Por mais que tenha surgido oficialmente em 2015, foi ano passado que o Lauv começou a fazer barulho na indústria com a música I Like Me Better. O cantor possui um estilo musical meio parecido com o de Troye Sivan, que inclusive é o seu namorado atual. Os dois lançaram até uma parceria chamada i’m so tired… que caiu no gosto do povo. Seu álbum de estréia saiu ano passado e possui 17 músicas incríveis dignas de ouvir naquela viagem de carro com os amigos.

Se delicie com essas aqui: Sad Forever, I Like Me Better, Paris in The Rain e Breathe.

5) Adam Lambert

Com certeza você já ouviu falar dele! Adam Lambert ficou conhecido em 2009 ao ficar em segundo lugar no American Idol, desde lá foi sucesso atrás de sucesso. Desde participações e séries como Glee e Pretty Little Liars até conquistar o primeiro lugar na Billboard 200 com seu álbum Trespassing, é notável que Lambert se tornou um ícone LGBTI+. Sua música é um pop com aquele toquezinho de EDM pra gente não ficar parado ouvindo. Ele também foi muito criticado na época em que se assumiu pela extravagância em suas performances e principalmente só por ser homossexual. Como em 2009 ser gay no mundo pop ainda não era algo muito explorado, Adam segue sendo um exemplo de alguém que sempre foi fiel a si mesmo e um orgulho pra gente.

Você precisa ouvir essas aqui: New Eyes, Ghost Town, Sleepwalker e Whataya Want From Me.

 

6) Frank Ocean

Ah o magnífico R&B e rap de Frank Ocean. Esse é um daqueles que a gente quer guardar num potinho de tão envolvido que a gente fica com o seu som. Frank começou a sua carreira como ghost writer e em 2012 lançou o Channel Orange, seu primeiro álbum que conquistou a incrível marca de 92 pontos no Metacritic. É praticamente impossível ouvir suas músicas sem sentir uma vibe maravilhosa de fim de tarde quando as coisas começam a se acalmar e você sabe que pode descansar. O último álbum que ele lançou foi o Blonde em 2016 e a gente já não aguenta mais esperar por um novo, volta logo Frank.

Apenas aprecie essas masterpieces: Thinking Bout You, Pink + White, Lost e Chanel

7) MIKA

Pare o que está fazendo se não conhece o MIKA e trate de conhecê-lo agora. Sua grande estréia foi lá em 2007 onde atingiu o #1 no UK Singles Charts com o seu single Grace Kelly, permanecendo por cinco semanas consecutivas no topo. De lá pra cá ele lançou quatro álbuns de estúdio sendo o último lançado em 2015. MIKA possui um estilo bem diferentão e meio louco que nos faz apaixonar.Ele já esteve presente na trilha sonora do filme Kick Ass de 2010 com sua música We Are Young que você também precisa conferir.

Aqui vai aquelas especiais pra ouvir: Blame It One The Girls, Lolippop, Talk About You e Grace Kelly

8) Todrick Hall

YASSS QUEEN! Todrick Hall também ganhou visibilidade pelo American Idol e posteriormente pelo seu canal do YouTube. Todrick virou o coreógrafo oficial do programa RuPaul’s Drag Race desde a oitava temporada do show e lançou seu primeiro álbum em 2016. O mais legal é que – até agora – todos os álbuns do Todrick são visual albuns, ou seja, tem clipe pra caramba pra curtir. Recentemente ele lançou o seu mais novo EP Haus Party, Pt. 1 que está fazendo bastante sucesso na comunidade.

Bate cabelo com essas aqui: Nails, Hair, Hips, Heels, Dem Beats, Forever e B

9) Johnny Hooker

Não podia faltar artistas do nosso próprio país não é mesmo? Dando start nos nossos cantores brasileiros começamos com o Johnny Hooker. Nascido em Recife, Pernambuco, o cantor já conquistou vários prêmios ao longo de sua carreira. De acordo com ele mesmo em entrevistas, seu estilo se baseia muito em ícones como Freddy Mercury, Cazuza, Michael Jackson e Mick Jagger. Sempre utilizando uma maquiagem forte e um figurino extravagante, Johnny possui dois álbuns de estúdio recheados de músicas fantásticas.

Vale muto a pena conferir: Flutua, Eu Não Sou Seu Lixo, Alma Sebosa e Amor Marginal.

10) Davi

Você pode conhecer o Davi pela famosa Banda Uó que infelizmente terminou em 2018. Formada por Candy Mel, Davi Sabbag e Mateus Carrilho, a banda provavelmente foi uma das maiores representações LGBTI+ no Brasil com dois integrantes assumidamente gays e uma integrante transexual. Depois da separação da banda, Davi seguiu com sua carreira solo e lançou seu primeiro EP Quando ainda em 2018.

Tenho certeza que vai curtir essas daqui: Tenho Você, Seu Direito e DUV

 

É bom demais saber que as vozes desses cantores podem levar um pouquinho mais do nosso mundo. Me encho de orgulho de fazer essas lista com artistas de sucesso e ter a consciência que orientação sexual não define ninguém, principalmente se tratando de talento. Ninguém solta a mão de ninguém e feliz mês do orgulho LGBTI+ pra gente.

Por Iury Bissoli

Meu nome é Iury Bissoli mas pode me chamar de iuca se quiser. Twitteiro de plantão que ama dar pitaco em músicas, filmes, séries e cultura pop em geral.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14