fbpx

Querido Evan Hansen | Filme agradará só os fãs do musical

Adaptação de Querido Evan Hansen para as telas do cinema deve funcionar para aqueles que já são fãs da peça da Brodway.

Filmes sobre a saúde mental de adolescentes estão sendo muito explorados pela indústria. Entretanto, alguns deles sequer trazem grandes colaborações para este tema que deve ser a cada dia mais discutido. Já Querido Evan Hansen provou anteriormente, para o mundo todo, que é uma história capaz de comover jovens e adultos. 

O musical da Brodway, lançado em 2016, é um dos mais premiados dos últimos tempos. A adaptação literária, publicada em 2018, deu uma profundidade ainda maior para a narrativa. Agora, em 2021, os passos de Evan Hansen finalmente ganham as telas do cinema em um filme dirigido por Stephen Chbosky, escritor e diretor de As Vantagens de Ser Invisível. 

O jovem imperfeito que deixou os palcos em direção as telas

Evan Hansen é um jovem que tem tido dias difíceis. O seu braço está quebrado e ele não tem nenhum amigo. Na terapia, ele é incumbido de uma tarefa: escrever diariamente uma carta para si mesmo dizendo que tudo vai ficar bem. Entretanto, uma dessas cartas cai nas mão erradas e Evan acaba se envolvendo em uma grande confusão.

Uma mentira envolve Evan no suicído de Connor Murphy – o garoto problemático do colégio – e no luto de toda a sua família. E é nesse clima de perda e desilusão que o filme traça as típicas relações de uma boa história adolescente. As perspectivas da amizade e do primeiro amor não caem em lugar comum, uma vez que são construídas em cima de uma base prestes a ser desmoronada.

O espectador sabe desde o começo do filme que, uma hora, todas as mentiras vão ser descobertas. Sabe também que Evan não é um jovem perfeito e que suas ações irão machucar muita gente. Mas, mesmo assim, é impossível não se solidarizar com seus medos e incertezas. 

Se colocar no lugar dos personagens e entender os seus conflitos sem implicar juízo de valores sempre foi o objetivo dessa história. Por isso, esse pequeno exercício de empatia é fundamental para que a trama possa funcionar. Acompanhar a jornada de Evan Hansen com distanciamento é o principal motivo que faz com que o musical receba indiferença e estranhamento de alguns espectadores.

You will be found

Se as intenções de Evan Hansen geram opiniões contraditórias de algumas pessoas, o mesmo não acontece com as interpretações musicais dos personagens. As canções de Querido Evan Hansen se tornaram um fenômeno global e são conhecidas até por pessoas que nunca assistiram o musical.

Agora, com o filme, essas músicas devem se popularizar ainda mais. Todas são repletas de uma carga emocional que reflete a essência e os sentimentos dos personagens. E, o principal de tudo, é que elas funcionam tão bem nas telas quanto funcionaram por tantos anos nos palcos.

O filme é uma adaptação fiel do musical. Isso é perceptível em cenas que parecem não combinar com a linguagem cinematográfica. Entretanto este não é o maior defeito do filme. Soou estranhíssima a escalação de Ben Platt, que recentemente completou 28 anos, para dar vida a um adolescente de 17. 

Por mais que Platt tenha marcado a história contemporânea do teatro dando vida ao personagem e que cante as canções de forma impecável, um ator mais novo poderia ter ganhado essa chance. Ainda falando sobre atuações, a presença de Amy Adams eleva a potência dramática do filme.

Hansen encara um novo público

Talvez o longa não se venda sozinho para o público que não tem conhecimento prévio da importância dessa história para tantos adolescentes. Se você já tem uma relação de carinho com a peça, com as músicas ou com o livro, você não irá se decepcionar com esta nova adaptação.

Para quem vai ter o primeiro contato com Evan Hansen e a sua grande mentira, tenha em mente que esta é uma história que coloca em conflito ações e pensamentos. Se você é daqueles que acham que o inferno é repleto de boas intenções, este filme pode fazer você repensar este ditado. Evan Hansen tenta demonstrar que, às vezes, aquilo que a gente quer fazer diz mais sobre nós mesmos do que aquilo que a gente realmente faz.

Apesar das ressalvas, Querido Evan Hansen certamente será um dos melhores filmes adolescentes de 2021. Ele não carregará a missão de ser o porta voz dessa obra. Na verdade, é apenas mais um dos produtos de uma história que já tem uma base gigantesca de fãs que continuam entoando nos momentos difíceis que eles serão encontrados

Querido Evan Hansen será lançado no dia 18 de novembro nos cinemas nacionais.

Nota do autor: 75/100

Total
1
Share