fbpx

Review: “Still Over It” – Summer Walker

Com participação de Cardi B, SZA, Pharrel Williams e Ciara, Summer Walker lança um precioso projeto de R&B

Summer Marjani Walker é uma cantora e compositora de R&B de Atlanta, Geórgia. Com 25 anos, a cantora já possuí uma variedade grande de músicas e colaborações. A energia crua e comovente de Walker explora novas melodias, fornecendo sua contribuição instrumental na produção. Com 20 faixas e participações mais que especiais, Summer Walker lançou no último dia (5) o seu mais novo álbum “Still Over It”. A artista que é um nome recente da R&B teve seu álbum de estreia “Over It” lançado em 2019 com participações de peso como Usher, 6lack, PARTYNEXTDOOR, Drake, Jhené Aiko e Bryson Tiller, então não é preciso ser um especialista para ver que Summer é uma promessa do gênero.

Mesmo sendo bastante recente a carreira da Summer já chama bastante atenção. Suas primeiras aparições são de 2018, antes disso, a artista postava de forma independente vídeos de cover nas suas redes. Seu primeiro lançamento o “Last Days Of Summer” já contava com o cantor Drake como colaboração, mas foi só em 2019 que a cantora escolheu “Over It” como seu álbum de estreia . Sob o selo LVRN/Interscope que integra a Universal Music Group, Summer lançou também os  EPs Clear em 2019 e Life on Earth em 2020 que são mais introspectivos e reflexivos. Sobre “Still Over It”, Summer disse:

“Aproveito para aprender com meus erros. Você não precisa adivinhar se algo é amor. O amor é mostrado por meio de ações. Pare de inventar desculpas para as pessoas que não aparecem para você. Não ignore as bandeiras vermelhas. E não pense que você tem que ficar em algum lugar porque você não vai encontrar um lugar melhor, você pode e você vai. Não se contente com menos – você não merece e nem sua família.”

Summer Walker via Apple Music

Compositora de letras bastante melancólicas, a cantora chama atenção pelo seu jeito tímido e bastante reservado, um diferencial da personalidade daqueles que geralmente ganham fama e visibilidade. A dona e proprietária dos singles Girls need (some) love com o Drake em 2018 e Playing Games com Bryson Tiller em 2019 mostra em suas músicas muito do que vive em seus relacionamentos, é bastante comum as reflexões mais profundas da artista comparecerem em suas letras e com “Still Over It” não poderia ser diferente.

Still Over It

Still Over It ou um “guia de como reconhecer os sinais vermelhos em um relacionamento“, começa com a música Bitter, com toque agradável ouvimos a voz da Summer embalando o início da música, em uma parte da letra ela cita “London, você transou com essa vadia de verdade?” e ao final aparece um áudio da Cardi B falando sobre os rumores do relacionamento de Summer, ela diz: “Não é da minha conta mas não deixem que te façam se sentir derrotada, mesmo que você tenha problemas, coloque esse drama na sua música e faça seu dinheiro”. Logo após vem Ex for a Reason, música que possui uma batida mais acelerada começa com Summer dizendo “Deus sabe o quanto é difícil…”, essa colaboração com JT e o duo City Girls já tem clipe e você pode conferir aqui embaixo.

E é aí que você entende que se trata de um álbum sobre infidelidade, abandono e superação. Assim como SZA e H.E.R, Summer tem uma voz muito delicada e suas interpretações nos possibilitam entrar no seu universo. É muito fácil se sentir como Summer, uma vez que ela traz uma tradução sentimental e sincera das situações amorosas e existenciais que vive. É difícil falar de “Still Over It” sem falar do seu relacionamento com London On Da Track. London que é produtor musical da LVRN (inclusive produz algumas das faixas de “Still Over It”), conheceu Summer enquanto ela trabalhava no primeiro álbum e ajudou a produzir as faixas, eles se apaixonaram e tiveram um relacionamento de idas e vindas até julho de 2021 e desse relacionamento nasceu sua filha cujo o nome ainda é um mistério. O relacionamento terminou e muitos acusam que o motivo foram as infidelidades de London.

Isso é o suficiente para saber que esse álbum tem muito desse relacionamento e da Summer tentando superá-lo. A terceira faixa, No Love com colaboração da SZA é de longe a melhor. Tem muito potencial para ser um hit e também mostra muito sobre os caminhos que a cantora deseja tomar. O mais interessante nesse álbum é que as colaborações tem uma assinatura muito marcante na música, isso dá ao ouvinte mais experiente fã de R&B a capacidade de distinguir quem está na faixa e não só pela voz mas pelo arranjo da música que muda completamente quando tem colaboração. É o caso também das músicas Unloyal com a Ari Lennox momento que ouvimos um R&B romântico com sax acompanhando, Dat Right There com Pharrell Williams & The Neptunes , Toxic com Lil Durk e Screwin com Omarion com um trap bem marcado.

As faixas mais sofridas são as que vem logo em seguida Throw It Away, Reciprocate, You Don’t Know Me, Insane, e mais a frente as também melancólicas Constant Bullshit, Switch A Nigga Out e Session 33. Essas são de difícil distinção, pois refletem a tristeza de Summer e seus momentos mais depressivos, todas as etapas mais tristes em relação a tudo que passou nesse relacionamento e na situação de ter sido abandonada por London quando ainda estava grávida.

As canções em que a Summer explora um tom mais empolgante são Circus, Closure que traz um R&B anos 90 e Broken Promise. No encerramento do álbum temos as 3 faixas mais diretas e polêmicas: 4th Baby Mama (Prelude), 4th Baby Mama e a última faixa que é uma oração da cantora Ciara chamada Ciara’s Prayer. Nessa oração, Ciara diz “O amor é paciente, o amor é bom” e pede para que a força divina ajude Summer a passar por tudo que a atingiu. Esse término foi tão conturbado e é possível ver que Summer amava muito London e ele a abandonou, as letras refletem essa decepção que ele foi na vida da artista.

Tell me, why did you do this to me (Me diga, por que você fez isso comigo)
After we made plans for a family? (Depois de fazermos planos para uma família?)
A liar, a cheater, a deceiver, heartbreaker (Um mentiroso, um trapaceiro, um enganador, destruidor de corações)
And I won’t let you back in my life so I’m takin’ (E eu não vou deixar você voltar pra minha vida, estou me retirando)

Summer Walker – 4th Baby Mama

A cantora até comentou em suas redes que o produtor não desempenhava seu papel de pai e não visitava seus filhos com outras mulheres e nem sua filha mais nova nascida do seu relacionamento com Summer. Por outro lado, o produtor nega que seja negligente. A história completa sobre o relacionamento da Summer com o On Da Track, você confere aqui. Além dessa relação complicada, podemos dizer que aparentemente, Summer superou London e até postou recentemente um vídeo no Instagram com seu novo namorado LVRD Pharoh (Larry Lambert), ambos fizeram tatuagens com seus nomes no rosto (OMG!!), dá uma olhada:

https://www.instagram.com/p/CWmw2g1AgNt/?utm_source=ig_embed&ig_rid=41cd482f-3e6e-456a-93a9-62ab3e4235cf

Summer Walker já quebrou muitos recordes com “Still Over It”, ultrapassou Beyoncé e Rihanna, como artista feminina com o maior número de Top 10 na Billboard “Hot R&B Songs”, emplacando 20 canções no Top 10. O disco, que quebrou o recorde de artista feminina com o maior número de transmissões da Apple Music nos EUA, passeia tranquilamente entre um R&B melódico que remonta as origens do Blues com letras profundas com uma poesia intensa, melancólica e sexy nos permitindo uma imersão ao universo da Summer.

Dito isso, nós podemos perceber que Summer é uma artista em estado de amadurecimento artístico, se aproximando das grandes lendas do R&B. Summer é uma aposta certa, com sua voz e afinação impecável podemos aguardar boas surpresas da nossa rainha da sofrência R&B. Tudo que ela tem mostrado até agora é um aperitivo musical do que está por vir, por isso, vamos continuar acompanhando a Summer porque ela já nasceu gigante e o som dela vale muito a pena conferir.

Nota da autora: 80/100

Total
1
Share