fbpx

Artistas LGBTQ+ em quem vale a pena investir o seu pink money

O uso do nosso querido Pink Money tem sido motivo de discussão de diversos portais e artistas do mais variados patamares e isso é uma questão muito importante.

O uso do nosso querido Pink Money tem sido motivo de discussão de diversos portais e artistas do mais variados patamares e isso é uma questão muito importante. Pra você que não sabe bem o que é isso, vamos lá.

Pink Money ou Dinheiro Rosa descreve o poder de compra da comunidade LGBT, especialmente no que diz respeito a doações políticas. (fonte)

Entendendo isso, precisamos ter noção para onde e para quem vai todo nosso suado dinheiro, até porque representamos 30% a mais que os héteros quando se fala em consumo. Diferente de anos atrás, quando a gente nem Pabllo Vittar tinha, hoje temos grandes nomes surgindo na música trazendo toda essa representatividade necessária, separamos alguns nessa listinha;

1 – Liniker

Desde o começo, Liniker sempre pós a cara a tapa para defender a liberdade de sermos quem queremos ser e sempre falando muito abertamente de como ela se identifica, desmitificando qualquer mal entendido que o publico poderia ter. Possuidora de um voz maravilhosa e com a melodia calma e romântica, ela embala ritmos e melodias para você que é um apaixonado irrefreável ou está sofrendo pelx @.

2 – Linn da Quebrada

“Bixa, preta e da Favela”  é assim que ela se intitula em Bixa Preta, música que lançou MC Linn da Quebrada, assim conhecida em 2016. Ela tem sempre sido uma figura confirmada em vários debates e assuntos que abrange o publico LGBTQ+. No seu primeiro álbum de estúdio chamado Pajubá, Linn mostra todo o poder de uma Bixa Preta.

4 – Pabllo Vittar

Não podíamos deixar de fora, ela que vem emplacando Hit após Hit, Pabllo Vittar mostrou que qualquer um pode escalar a fama mundial, independente do seu gênero ou como se expressa, ela atualmente está em turnê do seu segundo álbum de estúdio Não Para Não  passando por diversos países conquistando o amor e a aceitação do público.

https://www.youtube.com/watch?v=J6UBEhPVf1w

5 – Pepita

Dona de discursos poderosos de deixar qualquer coach de lifestyle no chinelo, Priscila ou melhor, Mulher Pepita não podia ficar de fora dessa lista. Ela que fortalece as 4 da madrugada sempre ta pronta para deixar um mensagem positiva e de esperança a todos que o segue nas redes socais. Trabalhando também como cantora, ela consegue trazer musicas que falam de empoderamento, e claro, os funks para dançar muito na balada.

3 – Samira Close

Sendo um dos poucos gamers gay, Wenner ou como conhecemos, Samira Close, é dono de um dos maiores canais voltado para o publico Gamer e vem atraído a atenção e o carinho de marcas e pessoas que não são gamer pelo seu jeito debochado e natural de tratar assuntos tão cotidianos. Depois de anos fazendo Stream, a “madrinha” finalmente lançou sua primeira musica, inspirada no synthpop a musica Madrugada foi criada em homenagem a um falecido amigo de Samira.

 

Agora acabou a desculpinha de dar views e stream pros mesmos artistas Cis-Hétero que dizem que nos apoiam mas quando realmente precisamos do seu apoio, some. Quer conhecer mais artista além desses citados aqui, corre no Spotify acessa nossa playlist LGBTQ+ Brasil que lá tem uma seleção feita com todo amor e carinho.

 

https://open.spotify.com/user/escutai/playlist/1CtfajDZ6QiM6fuVcrqn8G

Total
0
Share