fbpx

15 segredos dos bastidores de WandaVision que você não sabia

De tintas azuis a referências a sitcoms antigos

WandaVision se tornou uma das maiores séries do Universo Marvel recente. O programa, que recebeu 28 indicações ao Emmy, conquistou não só fãs do universo de super-heróis, mas todos aqueles que adoram uma boa história.

Leia nossa review sobre a série

Após descobrir o que aconteceu com Wanda e Visão depois deles se mudarem para o subúrbio em busca de uma vida familiar tranquila, que tal entender melhor o que rolou por trás das câmeras?

Confira as curiosidades:

Spoilers à frente!

1. Elizabeth Olsen ficou muito animada quando foi chamada para fazer WandaVision. Segundo ela, foi a primeira vez que uma equipe criativa da Marvel “realmente entendeu” o potencial da personagem.

“Foi um reconhecimento desses pequenos momentos que ela teve ao longo dos outros filmes da franquia” explicou Olsen para o BuzzFeed. “Eu amei desesperadamente essa ideia do subúrbio e do aspecto familiar de Wanda e o que significaria se essa mulher desse à luz seus filhos. Eu simplesmente não pensei que algum dia conseguiria fazer isso.”

2. Paul Bettany achou que seria demitido quando foi chamado para discutir a possibilidade de WandaVision. “Eu entrei na sala e disse ‘Olha, sem ressentimentos, foi ótimo, muito obrigado’ e eles me perguntaram se eu estava desistindo e eu falei ‘não, vocês não estão me despedindo??’ e eles falaram ‘não, íamos te apresentar um programa novo’”, ele contou ao BuzzFeed.

3. O criador de WandaVision, Jac Schaeffer, quis mostrar os estágios do luto na série. “Começamos com Wanda em total estado de negação e à medida que avançamos passamos pelos outros momentos dessa emoção”, afirmou ele em entrevista à Variety.

4. Schaeffer também disse que o momento que inspirou a criação da série é quando Wanda e Visão estão cozinhando juntos em Capitão América: Guerra Civil. Jac explicou: “Há tanta intimidade naquela cena. É uma pequena pausa no meio de todo o caos. Eles estavam em seu próprio mundo como artistas e personagens dentro do MCU”.

5. Para obter a cor da pele de Vision certa durante os episódios em preto e branco, Paul Bettany foi pintado de azul brilhante. No making of da série, a equipe de efeitos visuais disse que durante os anos 50 e 60, os atores usavam maquiagem azul e batom azul para que seus lábios parecessem vermelhos, então era exatamente o que tinha que acontecer com o Visão

6. As mágicas feitas por Wanda no Episódio 1 foram feitas no set usando fios, varas e marionetes. O produtor e diretor Matt Shakman explicou que eles estudaram a série “A Feiticeira” e como eles conseguiam fazer os truques naquela época.

7. Paul Bettany disse ao BuzzFeed que sua parte favorita no primeiro episódio foi ficar correndo pelos bastidores com Elizabeth Olsen e Kathryn Hahn para entrar em cena nas horas certas, já que eles se apresentaram para uma plateia ao vivo. “Parecia que estávamos apresentando uma peça da escola, a gente ficava se esbarrando”, disse ele.

8. O nome de Kathryn Hahn foi um dos primeiros a aparecer para o papel de Agnes/Agatha, e a decisão de escalá-la foi tomada quase na hora. Na verdade, Kathryn teve apenas uma reunião geral com Kevin Feige e a equipe da Marvel poucos dias antes de ela receber a oferta de emprego. Além disso, Kathryn disse ao Hollywood Reporter que o que a atraiu para o papel foi a “ideia de trabalhar com Lizzie [Olsen]” e conseguir apresentar uma história feminina sobre luto.

9. Todo o elenco leu todos os episódios para que todos soubessem o que estava acontecendo, mas Kat Dennings disse que só prestava atenção nas cenas de Darcy porque queria ser surpreendida e adorava tentar descobrir as coisas à medida que os episódios prosseguiam, assim como sua personagem. “Eu estava nas leituras, então eu sabia o que estava acontecendo, mas decidi conscientemente parar de ler porque não queria saber muito e não sou uma atriz boa o suficiente para fingir não saber de nada, então isso só me ajudou”, ela brincou ao “Entertainment”.

10. Os escritores e produtores sugeriram que Evan Peters interpretasse o falso Pietro desde o início. Na verdade, eles tiveram essa ideia dois anos antes da série tomar forma. Jac Schaeffer ficou “pasmo com as reações” ao programa, mas disse que sempre soube que Evan chegando no final do Episódio 5 explodiria a cabeça das pessoas.

11. As referências a “Três é Demais” nos créditos de abertura do Episódio 5 foram uma forma de o programa homenagear Elizabeth Olsen, que cresceu vendo suas irmãs atuarem na série.

12. Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez escreveram e compuseram todas as músicas-tema de WandaVision. O casal também trabalhou em FrozenFrozen 2 Viva: A Vida é Uma Festa. No making of da série, Robert revelou que foi para a faculdade com o diretor e produtor Matt Shakman. Robert e Kristen ficaram muito animados assim que Matt apresentou a ideia das diferentes músicas-tema da WandaVision.

13. Cada uma das músicas-tema incluía a mesma “assinatura musical” e Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez se divertiram “escondendo” a mesma melodia em todas as músicas. Segundo o casal, eles olharam para a música, a instrumentação, a linguagem e as influências em cada período para ajudar a definir como a música de cada década soaria. Além disso, Kristen, Robert, Matt Shakman e Jac Schaeffer falaram muito sobre suas músicas tema “favoritas” pessoais e isso influenciou as músicas de WandaVision também.

14. Todos os momentos apresentados em “Agatha All Along” foram planejados desde o início, então, no meio da filmagem, a produção gritava: “Ok, agora para ‘Agatha All Along'” e Kathryn Hahn teria que filmar uma de suas cenas próprias. Matt Shakman explicou que as tomadas de “Agatha All Along” eram mais “cinematográficas”, então a produção mudaria completamente para filmar esses pequenos momentos em cada década.

15. Como a maioria das produções da MarvelWandaVision filmou várias versões da cena final pós-créditos, onde vemos Wanda lendo o Darkhold. Até a finalização da cena, Olsen e os produtores conversaram sobre se deveríamos ou não ouvir as vozes de Billy e Tommy no final.

Mas no final, eles decidiram por deixar suas vozes porque, como Olsen explica, Billy e Tommy “enriquecem a humanidade de Wanda” e “informam sobre o personagem que ela irá se tornar”.

Leia nossa review sobre a série

Total
31
Share