fbpx

Shygirl desconstrói gêneros batidos e subverte sua própria música

Shygirl mostra que ainda existe bastante criatividade para ousar em subgêneros e traz um pop club incomum.

Shygirl não é a artista comum que aparenta ser a primeira ouvida, e a cada faixa que se ouve é possível perceber que ela sempre cava mais fundo para subverter a própria música. O que soa pop pode se tornar um grime em algum segundo, e o que começou com uma pegada hip-hop, acaba indo para um caminho mais voltado ao dance club em qualquer momento. Mas a maestria da cantora (e também DJ, modelo e rapper) está justamente em trazer essas mudanças e experimentações de forma tão coesas que acabam saindo como algo certeiro.

É difícil dizer onde começou a primeira amostra de um possível hype em torno de seu som, mas isso não faz diferença alguma, pois agora é possível citar seu nome de cabeça quando se pensa em um dos atos mais criativos e envolventes do momento. Sua parceria criativa recorrente com Sega Bodega é um dos melhores exemplos de uma dupla com sintonia espetacular, e foi de lá que surgiram coisas como “BDE“, “Cleo” e “Slime“.

Depois de tanto desconstruir gêneros é hora de colocar em prática um primeiro trabalho oficial, e agora em 2022 chegou o momento de aguardar pelo seu esperado primeiro disco. “Nymph” foi o nome escolhido para essa ‘primeira’ era da cantora, de onde saiu o single “Firefly“. Essa já consegue dar um gostinho do que podemos esperar; um emaranhado de batidas que conseguem ser desconexas e lineares ao mesmo tempo, mesclando vocais mais doces — algo que ela vem adorando fazer nos últimos tempos.

Entre personalidades famosas ela não é desconhecida há bastante tempo, isso pois chamou a atenção de SOPHIE, Rihanna e Lady Gaga, participando do disco de remixes desta última. Mesmo passeando em vários estilos não é possível sentir que ouvimos alguém que está perdida no que quer passar com sua arte, e saber que uma criatividade dessas vem ao Brasil é a chance perfeita para dar uma chance e mergulhar de cabeça na discografia de Shygirl.

Shygirl toca no sábado, 05 de novembro, na primeira edição do festival Primavera Sound no Brasil, que acontece em São Paulo. Mesmo dia dos headliners Arctic Monkeys e Björk.

Total
0
Share