Twitter registra 6,1 bilhões de Tweets sobre K-pop em um ano e BTS é a banda mais comentada do Brasil

O Twitter é o lugar onde as pessoas se conectam com as suas paixões. E nos últimos 10 anos o K-pop tem sido uma das principais paixões de muitos ao redor do mundo, se consolidando como um dos principais assuntos da plataforma. No total, foram 6,1 bilhões de Tweets relacionados ao K-pop nos últimos 12 meses. São mais de 300 tópicos K-pop (por nomes de artistas) que podem ser acompanhados na plataforma. Isso ajuda ainda mais os fãs de todo o mundo a ver imediatamente os melhores Tweets e participar facilmente da conversa global sobre seus artistas favoritos.

O Brasil está entre os países com um volume maior de conversas sobre o assunto. O país aparece na sexta colocação entre os que que mais falam sobre K-pop ao redor do mundo, ficando atrás apenas de Tailândia, Coreia do Sul, Indonésia, Filipinas e Estados Unidos. BTS (@bts_twt) é o grupo que vem sendo mais comentado – banda também destaque em quase todos os outros países. Eles foram os mais citados ao longo do ano, seguidos por BLACKPINK (@BLACKPINK) e GOT7 (@GOT7Official).

“Tudo o que podemos dizer é obrigado. É um prazer assistir e participar do crescimento do K-pop nos últimos 10 anos. Quando os artistas de K-pop desejam alcançar um público global, eles acessam o Twitter para se conectar com seus fãs apaixonados que querem ser os primeiros a ver e falar sobre o que está acontecendo. Esses fãs – muitos deles jovens e residentes em todo o mundo – estão migrando para o Twitter para se juntar a essas conversas divertidas do #KpopTwitter para se sentirem conectados a uma comunidade global de fãs”

YeonJeohn, diretora de parcerias globais de conteúdo de K-Pop & K-Content do Twitter

BTS também aparece com as três primeiras colocações quando o assunto é música. On, Black Swan e Interlude: Shadow foram as mais comentadas no Twitter ao longo dos últimos 12 meses. O recente sucesso de BTS com a chegada ao primeiro lugar na Billboard Hot 100 com o single ‘Dynamite’ não faz parte deste levantamento, já que pesquisa levou em conta o período de entre 1 de julho de 2019 a 30 de junho de 2020.

Mas vale lembrar que foram aproximadamente 46 milhões de Tweets relacionados ao grupo e a música Dynamite em apenas 72 horas – entre 31 de agosto e 2 de setembro -, com um total de 257 milhões de Tweets gerados desde que o título da música foi lançado no início de agosto.

Como ficou claro no passar dos últimos 10 anos, o K-pop se reinventa com o tempo. E muitos grupos vêm ganhando cada vez mais espaço. O Twitter também destacou o Top 10 das bandas criadas depois de 2017 e que vem em ascensão.

Sucesso do K-POP no Spotify

A estratégia do Spotify de aproveitar a paixão dos brasileiros por Kpop para se conectar com a audiência no Twitter se mostrou acertada. De acordo com estudo de brand effect da plataforma em parceria com a Kantar, a campanha realizada em junho foi a melhor da América Latina para associação de mensagem e uma das melhores da região em termos de consideração – em ambos os casos, considerando o público de visualizadores de vídeo.

De olho na popularidade do Kpop na plataforma, o Spotify (@SpotifyBR) trouxe para o Twitter uma transmissão ao vivo especial sobre o assunto, sob o comando de Babi Dewet (@babidewet) e Érica Imenes (@ImenesErica), apresentadoras do podcast KPAPO. Além delas, também participaram da live Anderson Vieira (@andersonrvs), Mandy Candy (@iMandyCandy) e Victor Young Han (@jovemhan) .

publicado
Categorizado como Música

Por Neto Martini

É jornalista e trabalha com entretenimento há cinco anos. Lê Dom Casmurro, mas sua playlist vai de pagodão a musicais da Broadway, ama sala de embarque. Não consegue segurar a risada (principalmente nos momentos sérios). Já trabalhou em diversos festivais de música e é um ex-VJ MTV (que nunca apareceu nas telas). Sofre de incontinência verbal, é curioso pelo relacionamento das pessoas com a música e coleciona histórias, que nem todo mundo.


Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14