fbpx

22 álbuns que completam 22 anos em 2022

Selecionamos 22 álbuns que deram o tom da música no comecinho do segundo milênio e marcaram o ano de 2000

Há mais de 20 anos a internet dava seus primeiros passos, o telefone celular se popularizou e o mundo da música se reinventou mais uma vez. Assim como todo começo de década, o primeiro dos anos 2000 surgiu como um divisor de águas. Uma grande mescla de estilos deram o tom para os maiores sucessos daquele ano, desde techno pop, rock, hip-hop, R&B e dance music.

Nomes como Backstreet Boys, Britney Spears, U2, Madonna e Coldplay foram destaques nas principais paradas musicais do mundo no ano de 2000. No Brasil se destaca o grande fenômeno teen Sandy e Junior, a veterana do rock Rita Lee e Marisa Monte.

Confira abaixo a lista de 22 álbuns que completam 22 anos neste ano:

1. Madonna, “Music”

Sucessor do disco Ray of Light, Music é um dos álbuns mais bem sucedidos da rainha do pop. Com uma estética country e sonoridade que transita entre elementos de PC music, techno pop e eletro pop, o álbum debutou direto no topo da Billboard 200 com 420 mil cópias nos Estados Unidos e mais de 4 milhões de cópias comercializadas mundialmente. O lead single de mesmo nome do álbum foi de sucesso mundial, tornou-se o 12° número um da artista na Hot 100. Conheça mais sobre o disco nessa lista de melhores discos da Madonna.

Leia nossa crítica especial de 20 anos do álbum

2. Britney Spears, “Oops… I Did It Again”

O segundo álbum de estúdio da princesa do pop foi um sucesso incontestável do ano 2000. Apenas nos Estados Unidos vendeu mais de 1 milhão e 300 mil cópias na primeira semana, sendo 539 mil vendidas no dia de lançamento. O grande divisor de águas na carreira de Britney Spears foi um dos álbuns mais influentes daquele ano, o disco considerado como um teen pop com influências disco foi eleito pela Billboard como o álbum do ano 2000.

Leia nossa crítica especial do álbum

3. Sandy e Junior, “Quatro Estações: O Show”

Uma das maiores duplas de sucesso do Brasil, Sandy e Junior, lançaram em 2000 o disco ao vivo “Quatro Estações“, feito para promover o álbum de mesmo nome lançado no ano anterior. Comercializando mais de 1 milhão de cópias em apenas três meses, foi o segundo álbum mais vendido do ano de 2000 no Brasil, ficando atrás apenas da trilha sonora internacional da novela “Laços de Família” (1,2M de cópias). O famigerado álbum das quatro capas (cada uma representa uma estação) é certificado como diamante e já vendeu quase quatro milhões de cópias no país.

4. Coldplay, “Parachutes”

O primeiro álbum da banda inglesa marcou o início de uma jornada de sucesso. O disco se tornou um dos 20 mais vendidos no território inglês e ainda rendeu uma das músicas mais lendárias do grupo. “Yellow” se tornou o primeiro grande sucesso da banda e uma das músicas mais populares do ano de 2000. Mundialmente o disco já vendeu mais de 10 milhões de cópias e figura entre os 100 maiores álbuns britânicos do século.

5. Backstreet Boys, “Black & Blue”

A boy band teen americana lançava em 2000 seu quarto álbum de estúdio. Após o grande sucesso do disco “Millennium”, a expectativa era das maiores para o novo trabalho. Apesar da crítica considerar o álbum uma reciclagem da fórmula já usada pelo grupo em outros trabalhos, o público consumidor da banda aprovou o trabalho e garantiu um montante de 5 milhões de cópias vendidas mundialmente em sua semana de lançamento. A música principal “Shape of My Heart” foi sucesso absoluto nas paradas mundiais, incluído Brasil, Suíça, Itália, Alemanha e Estados Unidos.

6. NSYNC, “No Strings Attached”

A banda considerada concorrente do grupo Backstreet Boys também movimentou a indústria musical no ano de 2000. Buscando se diferenciar e se destacar no mercado teen, a banda buscou mesclar elementos pop e R&B em suas músicas, o saldo foi positivo e gerou críticas positivas. Rodeado de polêmicas judiciais que impediam seu lançamento, o disco é um dos mais vendidos pela boy band. Em sua primeira semana quebrou recorde e debutou no topo da Billboard 200 com mais de 2,4 milhões de exemplares, até aquele ano era a maior semana de estreia de um disco, sendo superado mais tarde pelo “25” de Adele.

7. Skank, “Maquinarama”

O quinto álbum do grupo mineiro é um passo divisor de águas na estrada de sucesso de Skank. Após o não tão bem sucedido “Siderado”, a banda parte para um caminho diferente com a mistura de bossa nova, soul e rock, dando certo. O álbum conquistou disco de platina pelas 275 mil cópias vendidas e conquistou o público com a faixa destaque “Balada do Amor Inabalável

8. Rita Lee, “3001”

A veterana do rock brasileiro se aventurou entre o mais puro rock e as influências eletrônicas do começo do milênio e lançou um de seus melhores trabalhos nos últimos tempos. A ex integrante do grupo Mutantes levou para casa o Grammy latino de Melhor Álbum de Rock daquele ano. Além disso, imortalizou clássicos como “Erva Venenosa”, que foi sucesso nas rádios brasileiras e integrou a trilha de diversas telenovelas. Destaque também para a lendária faixa “Pagu”, dueto com Zélia Duncan.

9. U2, “All That You Can’t Leave Behind”

O décimo álbum da banda de rock irlandesa marca um importante momento de renovação para o grupo. O disco retomou o status de sucesso após o último álbum da banda que não agradou a crítica. A faixa “Beautiful Day” se tornou uma das músicas mais tocadas do ano em diversos países. No Brasil a faixa figurou no top das mais tocadas do ano de 2000. Estima-se que o disco já vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo e figura entre os 500 melhores álbuns de todos os tempos.

10. Green Day, “Warning”

Considerado o disco de menor sucesso do grupo, Warning muda os rumos da banda e traz um tom mais politizado em sua composição, que se repete no disco seguinte, “American Idiot”. Com elementos mais voltados ao pop e folk, o álbum enfrentou certa resistência do público mas conquistou admiradores com o passar dos anos. O maior sucesso do disco é o lead “Minority”, que permaneceu no topo da parada rock por cinco semanas consecutivas.

11. Toni Braxton, “The Heat”

O terceiro álbum de um dos maiores nomes R&B, Toni Braxton, mescla ritmos variados ao longo de suas faixas, elevando o patamar da artista ainda mais. Apenas em 2000 o disco vendeu mais de 2 milhões de cópias em território norte americano. Considerado uma obra de elegância e sensualidade, fez sucesso no Brasil também, vendendo mais de 200 mil cópias. A faixa “Spanish Guitar” era tema do casal Fred e Capitu na novela “Laços de Família”, a popularidade consolidou a canção entre as mais tocadas do ano no país, atingindo a posição 27 na Hot 100 brasileira.

12. Marisa Monte, “Memórias, Crônicas e Declarações de Amor”

O álbum feminino mais vendido do Brasil em 2000 era assinado por Marisa Monte, conquistou o público e foi sucesso de vendas e de rádio em todo o país. Sendo o disco solo mais vendido da artista, debutou no topo da parada de álbuns do Brasil e tem certificado diamante, além do prêmio Grammy latino de Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro. A faixa “Amor I Love You” se tornou o maior sucesso da cantora, em 2000 foi a segunda faixa mais tocada nas rádios brasileiras ficando atrás apenas da canção de Ivete Sangalo “Se eu não te amasse tanto assim”.

13. Christina Aguilera, “Mi Reflejo”

O primeiro trabalho em espanhol de uma das grandes promessas da década de 2000 foi uma estratégia muito bem sucedida para a artista apresentar ao público suas raízes. O segundo álbum de estúdio da cantora figurou no topo da parada de álbuns latinos da Billboard por 24 semanas consecutivas, marca ainda não superada e foi um sucesso decretado. Além disso, é um dos álbuns latinos mais vendidos nos EUA, mundialmente vendeu aproximadamente 4 milhões de exemplares.

14. Kylie Minogue, “Light Years”

Após o conturbado Impossible Princess (1998) Kylie escala mais um degrau de sua grande carreira, o sétimo disco da artista chega na virada do milênio com uma proposta sonora futurista. O europop mesclado com o dance-pop rendeu faixas de destaque como “Spinning Around” que foi sucesso nas terras europeias. Apesar das duras críticas que recebeu em 2000, o disco se tornou emblemático anos depois, além de ser considerado um álbum decisivo, influenciou diversos artistas.

15. Spice Girls, “Forever”

O terceiro disco da girl group britânica marcou o retorno das artistas em nova formação, contando apenas com quatro integrantes. Buscando dar uma imagem mais madura para o grupo, o álbum foi produzido com uma pegada mais R&B, no entanto a recepção da crítica não foi muito positiva. Declarações diziam que por se tratar do último trabalho do grupo, suas integrantes não se esforçaram o suficiente para chamar atenção dos ouvintes. Apesar de tudo, o trabalho marcou os admiradores da banda e garantiu o último sucesso com a faixa “Goodbye”. Nos Estados Unidos vendeu cerca de 1 milhão de cópias e mundialmente quase 12 milhões.

16. Charlie Brown Jr., “Nadando com os Tubarões”

O último álbum da primeira formação da banda e terceiro de estúdio veio para firmar a posição de relevância e influência do grupo no mercado do rock nacional. Com a canção “Rubão” a banda chamou a atenção ao criticar o sistema mercadológico da música, atingiu o top 5 da Hot 100 Brasil e levou o prêmio de melhor videoclipe de rock no falecido MTV Music Video Brasil. Em seguida, outra faixa que se tornou um sucesso foi a parceria da banda com Negra Li em “Não é sério” que conquistou o público de primeira. Além de se tornar um clássico da banda, foi uma das músicas de maior sucesso do ano de 2000, quando atingiu a primeira posição da Hot 100 Brasil.

17. Eminem, “The Marshall Mathers LP”

Outro grande nome que deu as caras no ano de 2000 foi o rapper Eminem, o terceiro álbum do artista foi um dos mais aclamados daquele ano. Buscando uma imagem mais séria e madura para si, neste álbum Eminem explora sua trajetória e ascensão no mercado musical. Apesar de soar diferente dos trabalhos anteriores, o disco foi um sucesso comercial. Em menos de 1 mês vendeu 3 milhões de cópias nos Estados Unidos e figurou entre os mais vendidos do ano de diversos países.

18. Bon Jovi, “Crush”

A dominação do rock no ano 2000 trouxe também uma das lendárias bandas do segmento, cinco anos depois do último trabalho em estúdio chega o terceiro álbum do grupo Bon Jovi. A expectativa para o lançamento garantiu um bom desempenho, sobretudo destaque para a faixa de retorno. “It’s My Life” se tornou um dos maiores clássicos da banda instanteneamente. Além de satisfazer as expectativas dos fãs mais antigos, a canção despertou uma nova camada de admiradores e esteve presente no top 10 dos charts de mais de 30 países.

19. Nelly Furtado, “Whoa, Nelly!”

Em 2000 o mundo também conhecia uma das artistas que viria a ser um novo pilar da música na década que se iniciava. O primeiro álbum da artista chamou atenção da crítica, que a destacou como diferencial no cenário musical que vinha sendo dominado pelo rock e rap. A canção “I’m Like A Bird”, lead single do projeto, ganhou espaço dentre os grandes sucessos daquele ano. A faixa garantiu o primeiro top 10 da artista na Hot 100 e foi premiado com o Grammy de Melhor Performance Vocal Pop Feminina.

20. Enya, “A Day Without Rain”

Após uma breve pausa na carreira, Enya retorna com seu quinto álbum de estúdio e explora ainda mais o estilo new-age, sua marca registrada. A obra conversa com os momentos de questionamento sobre a vida da artista. Dentre as canções, “Only Time” veio para o centro dos holofotes. A balada melancólica sobre amor e suas dúvidas ganhou notoriedade após ser usada como trilha sonora de diversas reportagens e matérias sobre o incidente de 11 de setembro. A canção atingiu o top 10 da Billboard Hot 100 e impulsionou as vendas do álbum, Enya doou os lucros obtidos pela canção para o “Widows’ and Children’s Fund of the Uniformed Firefighters Association” a fim de contribuir com as famílias de vítimas do atentado de 11 de setembro.

21. Linkin Park, “Hybrid Theory”

A banda de rock Linkin Park chega em 2000 com seu primeiro disco e movimenta o mercado musical. Considerado um dos álbuns de estreia mais bem sucedidos do século XXI, já vendeu mais de 30 milhões de cópias mundialmente e marcou uma geração com canções como “Runaway” e “Crowling” . Esta última se tornou uma das faixas favoritas dos fãs do grupo, além de ter levado para casa o Grammy de Melhor Performance de Hard Rock. Hoje o álbum é considerado um projeto essencial no gênero.

22. Celine Dion, “All the Way… A Decade of Song”

A primeira coletânea da artista canadense mesclou regravações de grandes sucessos como “Because You Loved Me” e faixas inéditas como “That’s the Way It Is”. Esta última foi a faixa mais bem sucedida do projeto, atingiu a sexta posição da Hot 100 e se tornou um dos sucessos mundiais de 2000. O álbum é uma das coletâneas mais bem sucedidas da história, estima-se que tenha vendido cerca de 9 milhões de cópias nos Estados Unidos e mundialmente se aproxima da marca de 23 milhões de exemplares vendidos.

Abaixo você confere uma playlist com faixas de todos os discos mencionados acima e diversos outros que marcaram época.

Total
0
Share