fbpx

As 7 séries que nos ganharam em 2021

Dentre um número imenso de séries que retornaram ou marcaram suas estreias no mundo, aqui vão as 7 que mais ganharam nosso coração

Depois de elegermos as 20 melhores séries de 2021, que para entrar na lista cumpriram com alguns deveres (ser acima de tudo uma produção nível máximo em tudo que se propõe), é hora de colocar na roda aquelas produções que cativaram muito o público e que foram uma fonte de entretenimento ótima, mas que ficam de fora daquele eixo de “obra prima”.

Portanto, essas aqui são as séries que no ano de 2021 não ganham tal selo, mas que ainda merecem ser lembrandas por em certos pontos ofereceram uma ótima pontuação geral para que sejam consideradas como destaques.

Nossa lista com as 7 séries que se destacaram no ano engloba principalmente o quesito qualidade quando o assunto é entreter, mas um fator um tanto decisivo foi o alcance de público, item essencial que as destacam dentre tantos projetos deste ano.

Round 6 – 1ª temporada

Netflix

Sendo agora a obra de maior sucesso da história da Netflix, o drama sul-coreano espalhou-se através do mundo com rapidez e conquistou uma gama imensa de pessoas. Talvez seja a trama sangrenta e ágil, mas também é número palpável de debates para chocar, o carisma do elenco, e a proposta em si, que a tornam a produção número #1 no mundo.

Chucky – 1ª temporada

Star+

Talvez em algum momento da franquia, o boneco assassino mais famoso da história do cinema tenha sido levado a sério, mas hoje, com o seu retorno em uma série só sua, esse título precisa-se elevar para icônico e no melhor sentido da palavra, trash. Que ótima fase para o personagem, e quantos momentos muito bons fora da caixa o programa proporcionou.

Você – 3ª temporada

Netflix

Todo os seus novos episódios parecem brincar com quem assiste ao provocar uma discussão que não leva a lugar nenhum. Ponto negativo? Sim. Mas por outras vias, se formos considerar a produção como um todo, ver os novos personagens e agradecer pelas loucuras resultantes de um maior tempo de tela para Love, essa foi a temporada mais divertida e louca.

Sex Education / Chuck /Arte Diego Stedile

Sweet Tooth – 1ª temporada

Netflix

A nova fantasia da Netflix não ousa em dizer que há esperanças com poucas palavras, tanto é que o final de temporada é triste em termos de preparação para o que deve vir a seguir, mas emocionante, e também alegre. Parece impossível, mas a sensação de conforto se mostra desde o primeiro momento na boa elaborada adaptação. Leia nossa review.

Sex Education- 3ª temporada

Netflix

Parece que “Sex Education” desde a sua primeira leva de episódios não sabe compartilhar da ideia de maçante ou entrar em um poço sem fim, e esse terceiro ano talvez só confirme isso. Com novos relacionamentos, uma problemática ótima e um aprofundamento em ser quem você é, essa temporada foi cativante e mais uma vez, educativa.

Loki – 1ª temporada

Disney+

Não há muito o que compartilhar sobre mais essa peça para somar o MCU, mas não dá pra negar que ela chamou a atenção de muito gente. O saldo do programa do amado vilão (que agora se torna um anti-herói) é algo positivo e como de se esperar, abre muitas portas. No fim, encontramos uma série charmosa e assim como o semideus, instigante.

Eu Nunca – 2ª temporada

Netflix

O humor, o conforto que agora se evoca por todos os lados por já conhecermos melhor os personagens, todo o posicionamento de peças e a degustação rápida e deliciosa dos episódios da 2ª temporada da obra original Netflix colocam no prato uma produção revigorante de se acompanhar. Leia nossa review.

Total
0
Share