fbpx

Harry Potter: 20 anos em 20 curiosidades sobre a saga

20 anos depois, Harry Potter ainda é um sucesso, com relançamento do 1º filme nos cinemas, separamos 20 curiosidades presentes só nos livros.

A saga de filmes do bruxo mais famoso do mundo, Harry Potter completou 20 anos no dia 16 de novembro de 2021 e rendeu um especial com reencontro do elenco que será exibido pela HBO Max. Além disso, a Warner já confirmou que o primeiro filme da saga será reexibido nos cinemas em 3D e provavelmente todos os outros também deverão ganhar algum tipo de espaço nos cinemas.

Aproveitando a data comemorativa e nostálgica, o escutai separou uma lista de 20 curiosidades que seriam legais se tivessem saído dos livros para as telas de cinema. Confira:

1. O gato da Hermione é uma criatura mágica

Algo muito interessante que não se fala nos filmes, é que Bichento é um meio-amasso, um tipo de criatura mágica que pode sentir pessoas que sejam mal intencionadas ou suspeitas. É por isso que ele persegue Rabicho (e não por conta do lance gato e rato).

2. Hermione não apaga as memórias dos pais de forma definitiva

Embora no filme a bruxa use o feitiço ‘Obliviate’ para apagar as memórias de seus pais, no livro ela apenas usa um feitiço de memória cujo nome não é citado, o que permite que depois, ela volte ao encontro deles e devolva as memórias de volta.

3. O Mapa do Maroto foi criado por Tiago, Lupin, Sirius e Pedro Pettigrew

A história do mapa faz diferença na saga, ele foi criado pelo pai de Harry e seus melhores amigos (Os Marotos), com objetivo de facilitar a saída do grupo do castelo tendo em vista um motivo muito importante.

4. A Casa dos Gritos tem esse nome por conta de Lupin

A casa “mal-assombrada” mais famosa de Hogsmeade recebeu esse nome por conta dos constantes gritos que vinham dela em algumas noites. Estes gritos eram na verdade, do professor Lupin, enquanto se tornava um lobisomem. O Mapa do Maroto foi criado entre outras coisas, para que o quarteto de amigos saísse do castelo a noite e ficasse com Lupin durante a transformação.

5. Sirius, Tiago e Pedro viraram animagos por conta de Lupin

No filme sabemos que Sirius pode se tornar um cão e que Pedro se transforma em rato, mas nada se fala do pai de Harry, que se tornava um cervo e muito menos do motivo disso. Os 3 decidiram se tornar animagos para ficar juntos de Lupin nas noites em que ele virava lobisomem.

6. Sirius não morre com um Avada Kedavra

No livro a cena da morte de Sirius Black narra que o bruxo foi atingido por um feitiço vermelho e em seguida ele tomba num portal com um véu, na época os fãs acreditavam que isso não significava de fato sua morte, já que o feitiço não era a maldição da morte (que é verde).

7. Os olhos de Harry eram o motivo para Snape “protegê-lo”

Entre os motivos que fazem os olhos de Harry Potter importantes (a semelhança com o olhar da mãe é constantemente citada nos livros e filmes), está o fato de Snape ser apaixonado pela mãe de Harry, Lílian. É somente pela semelhança no olhar dos dois que ele protege o garoto, que no geral lembrava-o muito mais do pai – que Snape tanto odiava.

8. O patrono de Snape era o mesmo de Lílian Potter

No filme isso não fica tão claro, mas a forma animal do patrono de Snape (uma corsa) – que mostra para Harry onde está a espada de Gryffindor – é a mesma forma do patrono de Lílian. Snape era tão apaixonado que seu feitiço assumiu a forma idêntica do feitiço da amada. Algo que é curioso até entre o casal Tiago e Lílian (o patrono dele era um cervo e o dela uma corsa – fêmea do cervo).

9. Somente Voldemort e Snape podiam “voar”

No filme, os comensais se movimentam voando como uma “fumaça preta”. Porém no livro, apenas o Lorde das Trevas tinha esta habilidade, algo que ele ensinou somente para Snape.

10. Voldemort não era um bruxo de sague puro

Tom Riddle na verdade era filho de um trouxa (Tom Riddle Sênior) com uma bruxa (Mérope Gaunt). A mãe de Tom deu poção do amor para o pai dele até engravidar, mas foi abandonada grávida depois que parou de usar a poção no “marido”.

11. Voldemort não era um Hittler da vida

Embora ele não gostasse de trouxas e mestiços (mesmo sendo um), Voldemort nunca levantou a bandeira do assassinato em massa destes bruxos. Ele apenas os considerava inferiores e indignos, mas seu verdadeiro foco era o poder, era ser o bruxo mais poderoso de todos os tempos e viver para sempre.

12. O fim dos ‘vira-tempo’

Por serem considerados artefatos perigosos, o uso destes artefatos era proibido, sendo liberado apenas para Hermione usar com objetivos únicos e acadêmicos no terceiro ano da saga e sob supervisão de Minerva MacGonagall. 3 anos depois durante a batalha no ministério, os vira-tempo acabaram sendo inutilizados e deixaram de funcionar.

13. Harry só foi “o escolhido” por causa do próprio Voldemort

A profecia que falava sobre aquele com poder de vencer o Lorde das Trevas poderia se encaixar tanto para Harry Potter, quanto para Neville Longbottom. Porém, Voldemort escolheu ir atrás de Harry, o tornando de certa forma, o escolhido da profecia.

14. Sibila Trelawney fez a famosa profecia sobre “Harry”

A professora de adivinhação mais atrapalhada de Hogwarts foi a responsável por proferir a profecia que deu origem aos eventos de Harry Potter. A bruxa só acertou 2 previsões em toda sua vida, sendo a 2º feita durante uma aula em o Prisioneiro de Azkaban e que fala sobre Pedro Pettigrew voltar para seu mestre (Voldemort).

15. Harry não quebra a varinha das varinhas

No livro, o bruxo não quebra a varinha superpoderosa, ao invés disso ele a usa para restaurar a sua própria varinha quebrada e depois a devolve para o túmulo de Dumbledore (o que não ocasiona problema, já que como mestre, só Harry poderia usar os plenos poderes dela.

16. O ódio do zelador Filch pelos alunos tem um motivo

O zelador de Hogwarts odiava os alunos, principalmente, porque era um aborto, ou seja, alguém que embora tenha nascido bruxo, não pudesse fazer magia e consequentemente não tenha estudado na escola.

17. Harry é padrinho do filho de Lupin e Tonks

No filme 7, não se deu importância e quase não é perceptível a informação de que Tonks estava grávida de Lupin. A bruxa tem o bebê antes da batalha de Hogwarts ocorrer e morre nela junto do marido. Antes disso, eles convidam Harry para ser padrinho do pequeno Ted Tonks (o que torna a história da criança algo semelhante à de Harry)

18. Dobby tinha emprego e salário

Depois de ser libertado com ajuda de Harry, Dobby consegue um emprego em Hogwarts e tem até direito a salário. No livro isso gera mais aparições ao elfo e o aproxima ainda mais dos fãs, tornando sua morte algo ainda mais triste.

Bônus (curiosidades confirmadas pós-livros):

19. Jorge Weasley nunca mais conseguiu conjurar um patrono

Depois da morte de Fred Weasley, Jorge nunca mais foi capaz de executar o feitiço do patrono. O que aponta que o bruxo ruivo nunca mais foi plenamente feliz.

20. Hagrid nunca conseguiu conjurar o feitiço do patrono

O meio gigante foi expulso de Hogwarts em seu 3º ano e não teve chance de aprender o feitiço do patrono, que era extremamente complexo. Harry só o aprendeu em seu 3º ano, porque pediu a Lupin e no 5º ano, ensinou os membros da Armada de Dumbledore.

Assista todos os filmes de Harry Potter na HBO Max

Total
0
Share