fbpx

O talento de Aly and Aj sempre esteve tímido perto do que poderiam criar

Maduras e certeiras no que fazem, Aly and Aj não deixam a experimentação artística de lado e continuam a explorar novos caminhos

Talvez você conheça as irmãs Alyson e Amanda Michalka, ou Aly e Aj, de “Belas e Mimadas”, um dos primeiros filmes lançados pelo Disney Channel lá em 2006. Logo após o sucesso, a Disney tratou de levar as duas para a Hollywood Records, selo musical do grupo, onde lançaram três discos — Into the Rush (2005) e Insomniac (2007), e a coletânea Acoustic Hearts of Winter (2006) —, bem na pegada teen pop que praticamente todos os artistas descobertos pela Disney já fizeram.

Logo após o lançamento do segundo álbum de estúdio, o duo resolveu encerrar o contrato e entrar em um hiato que durou pouco mais de 10 anos. A volta tímida e completamente renovada se deu com o EP Ten Years de 2017, nome que se deu pela volta do hiato que durou o mesmo tempo. ‘Ten Years’ chegou regado de synthpop e vocais potentes, mas sua verdadeira marca é a clara experimentação que as irmãs aplicaram por todo o trabalho.

Com singles como “Take Me” e “Good Love” dando pontapés na nova fase das duas, ficou claro que a versão Disney das irmãs ficou na Hollywood Records e daqui em diante nada as pouparia de experimentar e abraçar sua artisticidade. Nos anos seguintes alguns poucos singles formavam outro EP, o ‘Sanctuary’, de 2019, inclinando cada vez a carreira das Michalka para o synth e ousando nos níveis que gostariam de alcançar. Nesse meio tempo elas lançaram uma de suas melhores músicas da carreira, “Joan of Arc on the Dance Floor”, com clipe gravado em Berlim.

Colocando as duas no radar mainstream novamente, em meados de 2020 a faixa “Potential Breakup Song”, viral de 2007, invadiu o TikTok com uma trend inusitada. O resultado disso? Aly and Aj embarcaram na ideia e relançaram a faixa, dessa vez com o verso original e explícito. Mais pra frente, já em 2022, tivemos outra regravação do single “Like Whoa”, que também teve muito sucesso durante sua passagem pela gravadora da Disney.

Hoje conseguimos entender que as duas estavam navegando na maré criativa que um longo período afastadas causou, e quem sabe podemos até agradecer por isso, já que as impulsionou para que explorassem coisas diferentes das quais iriam fazer se continuassem no ritmo em que estavam na Disney — e talvez a versão artística que conheceríamos hoje das duas seria bem dfierente.

Em 2021 tivemos o primeiro álbum inédito de Aly and Aj em quase 14 anos e isso de fato antecipou a ansiedade para o que estava por vir. Com A Touch of the Beat Gets You Up on Your Feet Gets You Out and Then Into the Sun as irmãs encararam uma nova face artística, explorando ainda mais seu estilo musical.

O álbum chega como um arrebatamento na imagem de “jovens da Disney” e prova que o talento sempre esteve tímido perto do que as duas gostariam de entregar em suas carreiras. Interligando raízes familiares, nostalgias e lembranças, “A Touch of The Beat” (pra simplificar) é uma mudança radical e extremamente positiva. Destaques para “Pretty Places” e “Lucky To Get Him”.

Sonoramente falando, o disco soa como uma obra atemporal e um registro de viagem de verão. É algo único, com nuances sendo descobertas a cada ouvida, surfando na contra mão do mainstream e se preocupando unicamente com a experiência de quem escuta. Se você quiser conhecer mais do projeto, leia nossa crítica aqui.

Para o futuro, as irmãs Michalka têm muito a oferecer. Enquanto finalizam a recente turnê do disco, as duas já deram indícios e confirmaram que o sucessor está à caminho, sendo gravado no mesmo ritmo em que se apresentam pela América do Norte.

Total
0
Share