O melhores shows no Brasil em 2022

2022 se mostrou um ano refrescante para a cultura musical e trouxe ao Brasil diversos espetáculos para ficar na memória — dos fãs e dos artistas

Após dois anos de hiatus e incertezas, 2022 começou morno no campo dos shows. Alguns artistas nacionais começaram a se arriscar em turnês pelo país, e poucos artistas internacionais pareciam querer se aventurar em tantas dúvidas. No fim de março, o Lollapalooza (um dos maiores festivais do país) aconteceu com um line-up que pareceu sofrer para se formar, sem respeitar muito a identidade do próprio festival — e principalmente, fugindo da expectativa do line-up anunciado para 2020. Na época, muitas pessoas questionavam se seria um ano propício para shows e aglomerações, mas tudo o que seguiu foi uma enorme alegria para os fãs de música.

Turnês de sucesso, shows nacionais e internacionais esgotando casas, estádios e arenas em diversas noites seguidas, artistas parecendo querer fazer residência no país e um sucesso absoluto na retomada do setor. Com festivais inéditos e épocas com tantos eventos que pareceu ficar difícil até fechar espaços para as apresentações, o ano surpreendeu a todos, mas deixou felizes os artistas, os profissionais da área e claro, os amantes de shows e festivais.

Separamos nesta lista os destaques do ano. Sinceramente, foram tantos acontecimentos marcantes, shows diversos e plateias fenomenais que ficou difícil recortar para um Rewind. Mas como missão dada é missão cumprida, relembre conosco alguns dos melhores momentos para os fãs de música pelo país e confira nossa lista.

Cena nacional em 2022

Vamos começar com os talentos da casa? Se houve um ano em que os artistas nacionais fizeram bonito, sem dúvida foi nesse. Em especial Jão e Marisa Monte, ambos rodaram o país (e até fizeram sucesso em datas internacionais) com suas respectivas turnês: Pirata e Portas.

Se Marisa Monte já é conhecida por seus anos de estrada e excelência no ofício, em 2022 tivemos uma comprovação com mais um feito. Com o êxito artístico e técnico em que parecia cantar dentro de uma caixa, onde a cada música uma nova projeção criava um cenário exclusivo, a Turnê Portas arrebatou milhares de fãs pelo país, fechando estádios, casas de shows e criando até seu próprio espaço — como no caso da estrutura exclusiva montada no Jockey Club, no Rio de Janeiro, que abrigou quatro datas esgotadas do show, que celebra o álbum mais recente e ainda contempla todo o brilhantismo na carreira da artista.

Também lotando cidades e cruzando estados do país tivemos Jão, que se revelou um verdadeiro fenômeno da música pop nacional. Se em seus dois primeiros álbuns (e respectivas turnês) o cantor parecia pertencer a um nicho menor e mais expressivo apenas em sua “bolha”, tudo mudou com o novo trabalho, que também dá nome ao show: Pirata.

Com uma maturidade artística e um esforço notável em suas produções, o artista se consolidou com um show consistente e de estrutura invejável a outros artistas no país. Com uma banda robusta e um navio pirata no palco, o cantor ainda fazia chover para apresentar um de seus hits e surpreendeu muitos céticos com seu sucesso. Esperto e atencioso com sua arte, o cantor ainda desenvolveu dois formatos diferentes do tradicional navio, mas ainda em sua temática: para um show lotado no Lollapalooza, o artista trouxe um polvo inflável — que pode ser reutilizado em outras apresentações menores —, e até uma “ossada” de tubarão, que foi vista em seu show no Rock In Rio – também cheio de fãs empolgados e fiéis. 

Essa empolgação de fãs também foi vista em outros shows e festivais nacionais. Luísa Sonza com seu Conto de Dois Mundos, Marina Sena com a turnê De Primeira, Duda Beat e até a Lady Leste Tour, de Gloria Groove, foram êxitos nacionais — arrebatando público e paixão pelo Rock In Rio, Lollapalooza, Festival Breve, Sarará, Afropunk e outros. 

Festivais:

E se o assunto é festival, a nossa conversa rende ainda mais. Além de tradicionais festivais brasileiros e até internacionais que já se consagraram no país, 2022 também trouxe ao Brasil o Primavera Sound. Famoso na Europa e aguardado em outros cantos do país, a confirmação pelas Américas causou animação e certa desconfiança. Mesmo assim, o line-up diverso foi o responsável por trazer ao país alguns queridinhos como Lorde e Arctic Monkeys, artistas nacionais que apresentaram shows brilhantes como Liniker e Tim Bernardes e artistas inesperados, como Bjork, Sevdaliza, Arca, Jessie Ware, Travis Scott e Charli XCX. A miscelânea de artistas conseguiu dar liga, e a execução quase impecável trouxe o sucesso da edição, que teve mais de 100 mil pessoas presentes nos dois dias de shows. 

Além do Primavera, o Rock In Rio apresentou outra edição grandiosa e marcante. Com mais um show histórico do Coldplay — que voltaria ao Brasil para mais DOZE shows esgotados, que foram adiados para o ano que vem —, o espetáculo de Medina ainda nos proporcionou apresentações memoráveis e que tiveram artistas brasileiros fazendo história.

Foi o caso do show marcante de Liniker e Luedji Luna, Duda Beat e Gloria Groove (que re-estrearam suas turnês aprimoradas no festival) e Ludmilla, que foi dona do show mais comentado do festival. E como um festival dessa proporção nos rendeu shows internacionais exclusivos, foi o que nos deu a chance de vibrar com a turnê Future Nostalgia de Dua Lipa, que brilhou num show esgotado para quase 40. mil pessoas em São Paulo.

Citamos o Lollapalooza anteriormente, não podemos deixar de destacar Miley Cyrus aqui. Em um dos primeiros shows internacionais do país, a artista arrebatou o público e fez uma apresentação extremamente emocionante e memorável. Contando até com a participação de Anitta, Miley foi a responsável pelo primeiro brilho de esperança. Com carisma e hits de sobra, a artista apresentou sua faceta rockeira no show mais cheio do festival, deixando todo o público presente em êxtase. 

Turnês: 

Embora os festivais tenham sido responsáveis por inúmeros e grandiosos shows, o Brasil ainda conseguiu entrar na rota de grandes e surpreendentes turnês. Harry Styles trouxe a Love On Tour para cinco shows esgotados em três cidades do país. Rosalía abalou a noite paulista com a Motomami Tour — um dos melhores shows que vimos em muitos anos, e que retorna no próximo Lollapalooza. Demi Lovato e Avril Lavigne também voltaram para terras brasileiras com muito rock em suas apresentações. E falando em rock, até a grandiosa banda Metallica fez seu retorno em 4 shows em estádios lotados. 

Total
0
Share

Notice: Constant WP_USE_THEMES already defined in /home/escuta28/public_html/index.php on line 14